quarta-feira, fevereiro 28, 2024
spot_img
HomeDestaqueTrês testemunhas do ‘Caso Shaolin’ deverão ser ouvidas ainda este mês nas...

Três testemunhas do ‘Caso Shaolin’ deverão ser ouvidas ainda este mês nas cidades de INGÁ e Sousa

Três testemunhas de defesa do caso do acidente envolvendo o humorista Jozeilton Veloso, o “Shaolin” deverão ser ouvidas ainda este mês pela Justiça. De acordo com a 4ª Vara Criminal de Campina Grande, que está a frente do caso, na cidade de Ingá, no próximo dia 23, será ouvida uma testemunha e no dia 31, em Sousa, mais duas testemunhas prestarão depoimentos e todas em favor do motorista Jobson Clemente acusado de ter provocado o acidente.De acordo com o promotor Luciano Maracajá, que esteve a frente do caso, já está na Vara Criminal de Campina Grande os depoimentos das três testemunhas de defesa que foram ouvidas em Sapé. “Quando esses depoimentos chegarem a 4ª Vara Criminal de Campina Grande, o juiz Vandemberg de Freitas Rocha deverá sentenciar o acusado o que não deve demorar muito, acho que menos de um mês”, disse o promotor.

Luciano Maracajá, que foi substituído no caso pelo promotor Sócrates Agra, explicou que essas testemunhas de defesa irão falar sobre a vida social do motorista, mas ele acredita que os depoimentos não irão influir muito no processo. Ele disse que a pena máxima para o motorista Jobson Clemente Benício, que causou a tragédia é muito ‘branda’,  “frouxa” e não passará de uma “indulgência” se for levado em consideração o lado social do fato.

Ele explicou que o motorista é acusado pelos crimes de lesão corporal de natureza grave e omissão de socorro. A pena para cada um desses delitos varia de seis meses a dois anos de reclusão.

De acordo com o promotor, devido o acidente,  de sete a nove pessoas que trabalhavam nos shows com o humorista ficaram desempregadas e cada cidadão desses tem uma família e foram obrigados a procurar outro emprego. “ Somando-se a isso, o próprio humorista está em cima de uma cama, sem falar e sem andar e, por isso, além da tragédia física, temos também uma tragédia social muita grande”, comentou o promotor.

Luciano Maracajá afirmou que até agora o depoimento das testemunhas arroladas pelo Ministério público foi satisfatório e todas as pessoas ouvidas afirmaram que o motorista do caminhão invadiu a contramão causando o acidente e somando a isso tem o laudo comprovando tudo. Luciano Maracajá disse que ainda faltam ser ouvidas sete testemunhas e a expectativa dele é de que em dois meses o processo seja concluído, inclusive com a sentença do réu.

Relembrando o caso

Shaolin ficou gravemente ferido em um acidente na BR-230, na região de Mutirão, em Campina Grande (PB), no dia 19 de janeiro do ano passado. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o comediante dirigia no sentido São José da Mata quando um caminhão, que vinha na faixa oposta, invadiu a contramão e bateu contra o veículo do artista.

O comediante foi levado para São Paulo onde passou por várias cirurgias e agora se encontra em casa. Deu no Paraíba.

Paulo Cosme

 

 

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular