​PREFEITO DE INGÁ, ELENCA AÇÕES DO SEU GOVERNO NA MOBILIDADE URBANA, EDUCAÇÃO, EMPREGO E RENDA, QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL E COMBATE A SECA

O prefeito do município de Ingá, Robério Burity, concedeu entrevista por telefone a Rádio Correio do Agreste 101.9 FM, emissora do Sistema Correio de Comunicação, na cidade de Queimadas.

A entrevista foi concedida no último sábado, aos radialista Edil Francis e Kennedy Sales no programa PARAÍBA ATUALIDADE.

Numa cadeia de rádios composta pelas emissoras: Serrana de Araruna, Jacumã 87,9 FM do Conde, Aroeiras FM 87,9 de Aroeiras e Rádios Estação Campina e Tropeiros pela internet.

Burity, disse que apesar do momento difícil da economia no país por conta da pandemia e agravada pela seca que já preocupa os administradores.

Sua gestão tem se esforçado para manter a máquina enxuta e ao mesmo tempo buscando alternativas e parcerias para manter a cidade com obras e investimentos.

Saiba abaixo, os principais pontos colocados em destaque pelo prefeito Robério Burity em algumas das principais áreas da administração municipal.

Educação

Na educação o prefeito comunicou e comemorou a assinatura da ordem de serviço para a conclusão do ginásio da escola Corina, no Bairro Jardim Farias. Obra que deverá trazer melhoria e funcionalidade da educação do município.

Mobilidade urbana

A mobilidade na área urbana do município vai melhorar de forma significativa com a conclusão da pavimentação e sinalização as ruas Floriano Peixoto, Venâncio Neiva, Presidente João Pessoa, Cleto Campelo e Ludovico de Melo Azevedo.

O prefeito garante que as estas intervenções ajudarão a disciplinar o tráfego nas ruas e avenidas da cidade, além de oferecer conforto e segurança aos motoristas e transeuntes. Conforme o gestor, as obras estão sendo possíveis por conta da parceria com o Governador João Azevedo e do Deputado Estadual João Gonçalves.

Emprego, renda e qualificação profissional

O prefeito Robério, lembra que a cidade se recente do encerramento das atividades da fábrica da Alpargatas na cidade, que provocou o desemprego de vários pais e mães de família.

Para tentar compensar a gestão tem buscado outras alternativas e parcerias com empresários e ao mesmo tempo tem realizado convênios com o SENAI, para oferecer cursos técnicos de qualificação profissional para o município.

A exemplo do acordo firmado com as costureiras da Comunidade Quilombola de Pedra D’água, possibilitando confecção dos fardamentos da equipe de saúde e enxoval hospitalar da UPA local.

Há poucos dias, as costureiras realizaram a entrega de 50 cobre leitos e 50 cobertas, solicitados pela secretaria municipal de saúde, destinados para UPA da cidade.

O material foi entregue pela Diretora da Associação Quilombola, Maria Marta e recebido pelo secretário adjunto da Saúde, Josenildo Matias (Dodinha).

Um método de desenvolvimento local, gerando oportunidades, aumentando a renda para as famílias que dependem da associação.

Ele lembra que as costureiras fizeram o curso de modelagem, ministrado pelo SENAI, numa parceria entre a Prefeitura e o Instituto Alpargatas.

‘É uma forma utilizada para alavancar a economia, que sofreu estagnação devido a Pandemia. Qualificando e valorizando a mão de obra local, atendendo as necessidades do município e que logo mais encomendas serão requisitadas, como o fardamento escolar e uniformes para outros da prefeitura”, afirmou.

Mais cursos profissionalizantes

Conforme a pareceria com o SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, foram abertas as inscrições para cursos de capacitação.

Serão 334 vagas ao todo, divididas em várias áreas de atuação. Entre os cursos oferecidos estão o de modelista de vestuário, padeiro, confeiteiro, eletricista predial, mecânico de motocicletas, costureiro de máquinas industriais e vários outros.

Combate a seca

Por conta da estiagem as comunidades da zona rural do município, estão precisando com urgência da presença do poder público na assistência com o abastecimento d’água.

A prefeitura está contratando de forma emergencial a perfuração de 20 poços artesianos para amenizar a seca na região e ao mesmo tempo oferecer ao homem do campo, a possibilidade de fazer o plantio em conformidade com a qualidade da água a ser usada após a análise da qualidade do preciso líquido.

“Uma das prioridades do nosso governo é possibilitar uma convivência aceitável das comunidades mais distantes com a seca e não deixar de forma algum que o povo venha a passar sede.

Se tudo ocorrer bem essa água vai servir para o consumo humano e também para consumo animal, além claro de possibilitar a chegada dessa água as residências das pessoas, através da encanação que pretendemos instalar, após a análise da qualidade da água de cada poço perfurado”, afirmou o prefeito.

Ida à Brasília

Ao final da entrevista, o perfeito Robério Burity disse que esta semana vai à Brasília, para buscar recursos para a cidade de Ingá.

Ele vai ser recebido pelo 1º. vice-presidente do Senado Federal, o senador Veneziano Vital do Rêgo e pela senadora Nilda Gondin, para acertar a destinação de emendas parlamentares que possibilitem a realização de obras em todo o município. 

Comente usando o Facebook