Publicidade

Wenderson Gomes Ferreira, vulgo Eré, 24 anos, foi preso em Ingá nesta terça-feira (06), pela guarnição da Polícia Militar composta pelo Sgto Freitas, Cb Alexandre e Sd Joardecy.

Eré já havia se apresentado em junho deste ano de 2018, acompanhado de advogado, à Delegacia de Polícia Civil, onde confessou o crime de homicídio contra a vítima conhecida como Rodrigo Porqueiro, sob a alegação de que estava sendo ameaçado de morte pela vítima, e posteriormente também ameaçado por uma facção criminosa. O mesmo respondia em liberdade e estava fora da cidade, e surpreendentemente voltou a Ingá aparentemente sob efeito de drogas, remédios ou mistura de ambos, com atitudes ameaçadores em público, fora de si, chegando até a morder o chão,  o que provocou a ação da polícia militar que o prendeu. 

Segundo informações da polícia civil Wenderson após a prisão de hoje, foi conduzido à Delegacia de Ingá, porém, diante do comportamento dele na cela completamente transtornado e oferecendo perigo a própria vida, foi determinada a sua transferência para hospital psiquiátrico em Campina Grande, onde ficou internado para exames e procedimentos médicos. 

Ingá Cidadão   

 

 

 

Comente usando o Facebook

Publicidade