CONCURSO INSS: Direito Administrativo, pegadinhas em questões da prova

Em entrevistas à FOLHA DIRIGIDA, os professores Mariano Borges, do GranCursos de Brasília, e Renata Jorge, do curso Degrau Cultural, no Rio de Janeiro, apresentaram dicas do que pode cair na prova de Direito Administrativo do INSS, no próximo domingo (12), e como os candidatos devem se portar diante da avaliação. Para Mariano Borges, o foco desta prova será em administração pública e conteúdo organizacional. Por sua vez, Renata Jorge alerta sobre o costume que a Fundação Carlos Chagas, organizadora do concurso, tem de aplicar ‘pegadinhas’ nas questões. Para evitar cair numa ‘armadilha’ elaborada pela banca, o candidato deve ter atenção máxima aos enunciados, aconselha ela.

 

Folha Dirigida – Qual sua análise sobre o programa de Direito Administrativo do concurso para técnico do INSS? Quais são os cinco tópicos mais importantes, que devem obrigatoriamente ser revisados nesta semana que antecede a prova?
Mariano Borges –
 O programa de Direito Administrativo é bastante completo, abarcando quase que a totalidade da estrutura teórica do tema. O edital do cargo de técnico traz o acréscimo de conter a Lei do Processo Administrativo, o que é natural, já que esta é um conhecimento inerente à própria atividade da área burocrática. No bojo, os editais, são iguais. E dentre os assuntos com maior possibilidade de incidência acredito em um foco mais intenso na parte de Administração Pública e, em especial, no Conteúdo Organizacional.
Renata Jorge – Caso pudesse focar em cinco tópicos, eles seriam: Administração Pública Direta e Indireta, Princípios, Servidor Público, Serviços Públicos e Poderes Administrativos.

Como a Fundação Carlos Chagas (FCC) costuma cobrar o conhecimento em suas questões? Há “pegadinhas” nas questões? Que tipo de orientação podem dar aos candidatos?
Mariano Borges –
 O principal destaque das provas é a cobrança fiel do texto de lei, ou seja, a reprodução dos dispositivos legais em sua integralidade. Nesse contexto o candidato deve pautar seu estudo, focando também a leitura sistematizada dos  diplomas normativos e não limitar-se ao estudo dos manuais, doutrinas e jurisprudências. Importantíssimo também é a resolução de exercícios. Quantos? Todos quantos puder fazer.
Renata Jorge – A FCC costuma cobrar letra de lei, sendo bem objetiva e não muito rebuscada. A prova da Fundação Carlos Chagas é baseada na “decoreba” e possui muitas “pegadinhas”, como trocar uma palavra ou outra de um texto legal. Mas, no geral, não é uma prova complicada. O candidato que estudou bastante não encontrará nenhuma dificuldade.

O que indicaria para os candidatos nessa reta final de estudos?
Mariano Borges –
 Entenda a banca e para isso pesquise sobre o examinador, conheça  sua história, descubra suas tendências. Uma forma de conhecer a banca examinadora é refazer provas anteriores, disponíveis nos sites. Assim, é possível assimilar o modelo de avaliação. E lembrem-se: o único lugar aonde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário. Por isso, estude sempre.
Renata Jorge – Os candidatos devem ficar muito atentos aos enunciados. Prestem muita atenção no enunciado da questão para não cair em “pegadinhas”. Nesta reta final, o ideal é ler resumos e a letra da lei.

Dicas rápidas

* A banca da FCC costuma cobrar questões relacionadas a princípios da Administração Pública.

* A parte Constitucional da Administração Pública também merece atenção especial.* Em Improbidade Administrativa, fique de olho no artigo 12, da Lei 8429/92.* Na Organização Administrativa da União, atenção às diferenças entre Administração Direta e Indireta, bem como entre desconcentração e descentralização.* Na parte de Serviços Públicos, fique ligado no artigo 6º que trata dos princípios do serviço adequado.* Controle e Responsabilidade da Administração: dê uma verificada no artigo 37, parágrafo 6º da Constituição, que fala da Responsabilidade Civil do Estado.Nesta quarta, dicas sobre Raciocínio Lógico

O Especial Técnico – Reta Final terá continuidade ao longo desta semana. Nesta quarta, dia 8, será publicada a matéria com orientações sobre Raciocínio Lógico. Na sequência os assinantes da FOLHA DIRIGIDA ONLINE poderão conferir as dicas sobre Legislação Previdenciária (quinta, 9) e, na sexta, 10 de fevereiro, sobre Direito Constitucional. Com essas matérias, a FOLHA DIRIGIDA ONLINE reafirma seu compromisso não somente de divulgar, em primeira mão, informações sobre os principais concursos do país, como também de colaborar na preparação dos candidatos.Especial Técnico / Calendário das disciplinas
– Segunda, dia 6 – Língua Portuguesa
– Terça, dia 7 – Direito Administrativo
– Quarta, dia 8 – Raciocínio Lógico
– Quinta, dia 9 – Legislação Previdenciária
– Sexta, dia 10 – Direito Constitucional 

 

Conteúdo Exclusivo Extraído do site Folha Dirigida.

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress