Publicidade

Grupos católicos de todo o país aderiram à campanha e intensificam o pedido pelo cancelamento do show com a hashtag #marciafellipenao, que viralizou nas redes sociais.

A pressão popular para que o show da cantora Márcia Fellipe seja cancelado na Festa da Luz, em Guarabira continua tomando força nas redes sociais. O nome mais recente a aderir à campanha foi o padre da cidade de Guarabira, Adauto Tavares.

O impasse começou após a cantora usar suas redes sociais para criticar a canonização de Irmã Dulce, a primeira santa brasileira. Os católicos se sentiram ofendidos pelas críticas da cantora e iniciaram uma campanha pedindo que ela fosse excluída da programação da Festa da Luz, que tem tradição voltada à Igreja Católica.

O padre Adauto Tavares, em entrevista à Rádio Constelação FM, teceu duras críticas à postura da cantora. Em entrevista a Tony Souza, no programa Conversa Franca, o padre Adauto Tavares comentou que “Márcia Fellipe não passa de uma pessoa vazia que canta porcaria e ainda frisou que se fosse o Prefeito de Guarabira riscaria o nome da cantora da lista das atrações da Festa da Luz 2020”.

Grupos católicos de todo o país aderiram à campanha e intensificam o pedido pelo cancelamento do show com a hashtag #marciafellipenao, que viralizou nas redes sociais. Até o momento, a Prefeitura de Guarabira e a organização da Festa da Luz ainda não se manifestou oficialmente sobre o assunto.

Comente usando o Facebook

Publicidade