De fora da Cerimônia de Abertura, atletas do Brasil fazem ‘desfile’ na Vila Olímpica

De fora da Cerimônia de Abertura, os atletas do Brasil improvisaram um desfile na Vila Olímpica, na manhã desta sexta-feira (23), em Tóquio. Devido a limitação imposta pelo COB (Comitê Olímpico Brasileiro), que decidiu que apenas dois atletas participariam da cerimonia, outros nomes da delegação desfilaram na Harumi Greenway  usando o uniforme oficial.

“É DESFILE ESPECIAL! Antes da Cerimônia de Abertura, o Time Brasil organizou seu próprio desfiles dos atletas na Vila Olímpica. Que espetáculo”, escreveu o perfil do Time Brasil.

Segundo o COB, os únicos presentes na cerimônia oficial serão os porta-bandeiras Bruninho (voleibol) e Ketleyn Quadros (judô), que serão acompanhados pelo chefe de missão Marco La Porta e por mais um oficial administrativo.

“O Time Brasil participará da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 representado pelo número mínimo exigido de atletas e oficiais. Os porta-bandeiras Bruno Rezende (voleibol) e Ketleyn Quadros (judô) serão acompanhados pelo Chefe de Missão Marco La Porta e por mais um oficial administrativo”, explicou a Missão Tóquio-2020 em nota oficial.

O Desfile das Nações costuma reunir no campo do estádio milhares de atletas dos mais de 200 países que participam dos Jogos. É inevitável a aglomeração e os competidores costumam ficar apertados em um canto, para dar espaço para que todos caibam ali. Até por isso, a ideia foi minimizar riscos para que a saúde de todos seja preservada.

CLICKPB

Comente usando o Facebook