Publicidade

Em mais um dia genial de Lionel Messi, que fez dois gols, o Barcelona voltou a vencer o Manchester United, dessa vez no Camp Nou, por 3 a 0 (Coutinho fez também seu golaço), e garantiu vaga na semifinal da Liga dos Campeões.  Os catalães agora aguardam quem passar de Liverpool x Porto para saberem o adversário na semifinal. Na ida, os ingleses venceram por 2 a 0.

Um extraterrestre exorciza os diabos O Manchester United preocupou o Camp Nou quando quase abriu o placar no primeiro ataque do jogo. Marcus Rashford avançou e mandou arremate no travessão. Só deu United nos primeiros minutos de partida. O jogo estava fora de controle para o Barça, que preocupava o torcedor. Até que o herói de sempre apareceu.  Lionel Messi, sempre ele.

O homem que tira os Blaugrana do sufoco. La Pulga ganhou dividida, depois deu caneta em Fred e acertou um belíssimo arremate de canhota para abrir o placar.  Com o rival tonto, Messi agiu de novo. O argentino mandou arremate de direita e contou com (muita) ajuda de De Gea para ver a bola morrer na rede.  Sorte a de quem via Messi. Era mais uma atuação daquelas do camisa 10, que quase fez o terceiro em forte chute ao receber de Jord Alba.

Messi assustou também de falta.  Os Red Devils até foram valentes, mas não tinham nada o que fazer diante de um extraterrestre. Perto do intervalo, Messi colocou Jones para dançar e mandou para Alba. O cruzamento encontrou Sergi Roberto, que não fez o segundo por grande defesa de De Gea.  O show do gênio O segundo tempo seguiu com Messi, Messi e mais Messi. A defesa inglesa já não aguentava mais, torcendo para que acabasse logo o jogo para não ver tão cedo o argentino pela frente.

O brasileiro Philippe Coutinho também fez das suas e ajudou Messi a comandar a vitória. O ex-Liverpool acertou um chute no ângulo e marcou seu próprio golaço do dia.

A noite mágica no Camp Nou quase teve golaço de bicicleta de Messi. Foi um dia, também, de fazer as pazes. Coutinho deixou o campo aplaudido pelos torcedores. Mereceu.  A verdade é que o 3 a 0 ficou até barato. Protocolarmente, o árbitro esperou o ponteiro chegar aos 45 minutos para confirmar: o Barça, do extraterrestre, segue na Champions.

O Gol 

Comente usando o Facebook

Publicidade