quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
HomeGeralFontes radioativas de Césio-137 desaparecidas em MG são encontradas

Fontes radioativas de Césio-137 desaparecidas em MG são encontradas

As duas cápsulas radioativas de Césio-137 que desapareceram em Minas Gerais foram encontradas em São Paulo. A Polícia Civil de Minas Gerais informou, nesta segunda-feira (10/7), que os materiais estão sob a análise da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

De acordo com informações do portal G1, os materiais radioativos supostamente furtados de uma mineradora estavam em caixas encontradas em uma empresa de sucatas de São Paulo (SP). O desaparecimento, porém, ocorreu a mais de 400 km dali, em Nazareno (MG).

A empresa dona das cápsulas, a AMG Brasil, informou ao portal que conduz investigação interna para apurar responsabilidades sobre o sumiço dos objetos radioativos. O sumiço aconteceu na noite do dia 29 de junho.
O Metrópoles tentou contato com a Polícia Civil e com a CNEN para obter posicionamento sobre o assunto, mas não houve retorno até a publicação do texto.

Risco

Apesar da preocupação, as fontes desaparecidas são descritas como “duplamente encapsuladas com aço inoxidável e blindadas externamente em aço inox, resistente ao impacto”.

Além disso, foram classificadas como de categoria 5 em relação ao perigo de exposição, considerada de baixo risco (ou “não perigosas”, conforme classificação da Agência Internacional de Energia Atômica).

 

Césio-137 em Goiânia

As fontes extraviadas, apesar de serem de Césio-137, têm atividade cerca de 300 mil vezes menor do que aquela do acidente de Goiânia, em 1987. Mesmo que fossem violadas, o material com o qual são confeccionadas não seria espalhado, como aconteceu na capital goiana.

O acidente aconteceu em 1987, na capital de Goiás, devido ao manuseio indevido de um aparelho de radioterapia abandonado, onde funcionava o Instituto Goiano de Radioterapia. O caso envolveu centenas de pessoas.

A fonte tinha radioatividade de 50.9 Tbq (1375 Ci). A violação do equipamento resultou em fragmentos espalhados no meio ambiente, na forma de pó azul brilhante.

Metrópoles

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular

plugins premium WordPress