Juíza condena Wallber Virgolino a pagar R$ 5 mil por vídeo em que chama Ricardo Coutinho de bandido

Além das ofensas, o vídeo também é considerado propaganda eleitoral antecipada, pois as propagandas só foram autorizadas a partir de 27 de setembro.

A juíza eleitoral Cláudia Evangelina Chianca Ferreira de França condenou o candidato à prefeitura de João Pessoa, Wallber Virgolino (Patriota), a pagar multa de R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada feita contra o também candidato Ricardo Coutinho (PSB).

De acordo com a defesa de Ricardo Coutinho, em um vídeo, veiculado no dia 21 de setembro deste ano, Wallber Virgolino aparece proferindo ”diversas ofensas e acusações caluniosas” contra o candidato do PSB. Virgolino chama Coutinho de bandido e corrupto na gravação.

Além das ofensas, o vídeo também é considerado propaganda eleitoral antecipada, pois as propagandas só foram autorizadas a partir de 27 de setembro.

A defesa de Wallber Virgolino tentou argumentar que o vídeo poderia ter sido alterado, mas não apresentou provas e a hipótese não foi aceita pela juíza.

A juíza já havia, em decisão anterior, mandado retirar o vídeo do ar, conforme matéria publicada pelo ClickPB. A nova decisão ratifica a anterior e estabelece a multa de R$ 5 mil para o candidato do Patriota.

ClickPB

Comente usando o Facebook