Porto de Cabedelo: Taí uma briga boa

Em tempos de brigas internas, rachas partidários, disputas pré-eleitorais, disse me disse, a classe política da Paraíba conseguiu nesta quarta direcionar suas energias para uma briga boa: a melhoria do Porto de Cabedelo, nossa janela para o desenvolvimento.Trata-se, como se sabe, de uma causa que merece toda comunhão e esforço possíveis da classe política paraibana. Dá náusea, enjôo e mal estar ver o único porto da Paraíba perdido no tempo como se fosse uma das vilas nos livros de Garcia Márquez.

É preciso remover a terra da falta de ação em favor do Porto de Cabedelo, que ainda luta com os problemas mais antigos. Não é à toa primeira vez que ouvi a palavra dragagem, ainda menino, já foi ligando-a ao Porto de Cabedelo.

Segundo dados oficiais, a Paraíba poderia movimentar até R$ 1 bilhão de ICMS com uma profundidade maior.

O fato é que o Comitê Suprapartidário em Defesa do Porto de Cabedelo, que reuniu ontem na Assembleia oposicionistas e governistas, congressistas e técnicos, é uma prova viva de que, em alguns raríssimos temas, a classe política paraibana tem sim condições de unir forças.

A ação, no entanto, é tão importante quanto à garantia da unidade. A quantidade de anúncio de emendas que cada parlamentar paraibano diz ter colocado para o Porto de Cabedelo já deveria tê-lo transformado num complexo portuário digno de dar inveja aos maiores portos do mundo.

É preciso, de fato, “arrancar” verba do governo federal como a máquina arranca terra próximo ao cais.

De toda forma, taí uma boa causa pra que os políticos da Paraíba briguem. Dá notícia e repercussão também trocar tapa com ministro lá em Brasília em favor do nosso desenvolvimento.

Experimentem.

Luís Tôrres

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress