Publicidade

Rachel Sheherazade entrou com um processo contra o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), após ter sido comparada com uma prostituta em dois vídeos publicados nas redes sociais do parlamentar.  

A apresentadora do SBT Brasil pede uma indenização no valor de R$ 50 mil por danos morais. Apesar de não se pronunciar sobre o caso, Frota e seus advogados estão ainda dentro do prazo para se apresentarem para a Justiça. 

Sheherazade deu entrada na ação em junho deste ano, e na ocasião, pediu para que a mesma corresse em segredo de justiça. Porém, até o momento a solicitação não foi atendida. 

Durante a última campanha eleitoral, Frota passou a tecer críticas à contratada do SBT por causa da sua mudança de posicionamento político. Isso aconteceu entre os anos de 2017 e 2018. Nas imagens, o ex-ator acusou a âncora de mudar o seu ponto de vista por ter recebido dinheiro dos seus adversários. 

Veja Também: Rachel Sheherazade quebra o silêncio sobre censura no SBTFrota argumentou que Rachel -se prostituiu ao receber dinheiro para mudar de opinião-. Sheherazade, então, prestou queixa e pediu para que o vídeo fosse retirado do ar. A Polícia Civil chegou a intimar Alexandre para prestar depoimento, porém, dias depois de aparecer na delegacia, ele voltou a fazer novos ataques contra o seu desafeto reafirmando os insultos anteriores. 

Leia mais no Terra

Comente usando o Facebook

Publicidade