Publicidade

Cena aconteceu no segundo tempo da derrota em casa por 2 a 1 para o Manchester United. Clube divulga comunicado e prevê banimento “por toda a vida”

A vitória do Manchester United por 2 a 1 sobre o Manchester City, fora de casa, neste sábado, teve um episódio lamentável. Durante o segundo tempo do jogo, um torcedor do City foi flagrado fazendo gestos racistas para o meia brasileiro Fred, do United.

Vídeos circularam pela internet, e o Manchester City se pronunciou de forma oficial. O clube está ajudando na identificação do torcedor e afirmou que “qualquer pessoa considerada culpada de abuso racial será banida do clube por toda a vida”.

Torcedor do Manchester City foi flagrado fazendo gesto racista — Foto: EFE/EPA/PETER POWELL

Torcedor do Manchester City foi flagrado fazendo gesto racista — Foto: EFE/EPA/PETER POWELL

Veja o comunicado completo:

“O Manchester City FC está ciente de um vídeo circulando nas mídias sociais que parece mostrar um torcedor fazendo gestos raciais durante o segundo tempo da partida contra o Manchester United nesta noite.

Os funcionários do clube estão trabalhando com a polícia da Grande Manchester para ajudá-los a identificar as pessoas envolvidas e ajudar com suas perguntas.

O clube também está trabalhando com o GMP em relação a uma instância de objetos lançados no campo de jogo.

O Clube mantém uma política de tolerância zero em relação a qualquer tipo de discriminação, e qualquer pessoa considerada culpada de abuso racial será banida do clube por toda a vida.”

Fred postou uma foto do jogo em seu perfil no Instagram e recebeu bastante apoio da torcida do United. Nos comentários, alguns torcedores do City apareceram para pedir desculpas em nome da torcida.

Globoesporte

 

Comente usando o Facebook

Publicidade