INGÁ: Após polêmica, ambulâncias já estão em operação em Pontina e Chã dos Pereiras

Duas ambulâncias foram locadas para servirem à população de Pontina, Chã dos Pereiras e localidades adjacentes.

De início, foi uma saraivada de críticas que apoiadores e simpatizantes das duas correntes oposicionistas de Ingá fizeram no momento da chegada das ambulâncias, em razão de uma delas ter mais tempo de uso e não poderia ser considerada como nova, conforme havia sido anunciado pelo prefeito Robério Burity. Vídeos e postagens de comentários críticos circularam pela internet durante a semana.

Indagado sobre a questão, o prefeito Robério encarou como normal as críticas da oposição, próprio do sistema democrático e deu até razão a crítica com relação a segunda ambulância não ter vindo no mesmo padrão da outra nova. Berinho afirmou que no momento da chegada das ambulâncias não estava na prefeitura e assim que soube do ocorrido ligou imediatamente para o fornecedor exigindo a troca do veículo nas condições que estavam especificadas no processo licitatório. A ambulância causadora da polêmica foi substituída, e agora, ambas novas já estão em operação desde terça-feira, dia 14,  na assistência rotineira aos distritos de Pontina e Chã dos Pereiras, bem como das localidades circunvizinhas.

AQUISIÇÃO X LOCAÇÃO 

Outra crítica apresentada pela oposição diz respeito à locação de veículos ao invés de aquisição (compra), o que seria um desperdício de recursos públicos, segundo esta visão.

Por sua vez o prefeito Berinho afirmou que prefere a modalidade de locação, tendo em vista que possibilita a frota estar sempre renovada de forma que presta um serviço de melhor qualidade à população e ainda evita que o município fique com veículos sucateados com o passar dos anos, no que depois são levados a leilão por preços irrisórios,  como geralmente ocorre.

Como se vê há argumentos que mostram vantagens e desvantagens nas duas modalidades, o importante é que o serviço seja prestado ao povo com qualidade, conforme foi muito bem colocado pelo secretário, poeta e blogueiro Vavá da Luz: na hora da precisão, da emergência, o cidadão ou paciente não quer saber se a ambulância que vai lhe transportar foi comprada ou alugada, o paciente quer ser socorrido.

O secretário de transportes Luzinaldo Brito, Nem, confirmou que as ambulâncias são novas, 0 km, conforme fotos dos veículos e documentos enviados.

“Com a substituição da ambulância que veio errada ficou tudo resolvido. Agora o importante é prestar um bom serviço à população de Chã e Pontina, somados com os outros veículos que cobrem o restante do município na área da saúde e educação.” – concluiu o secretário Nem.

Inga Cidadão 

 

 

 

Comente usando o Facebook