segunda-feira, maio 27, 2024
spot_img
HomeIngá e RegiãoNatural Cotton Color leva o algodão colorido da Paraíba para showroom em...

Natural Cotton Color leva o algodão colorido da Paraíba para showroom em Milão

Produtos de algodão colorido orgânico da Paraíba estão no The Ethical and Sustainable Showroom , projeto da Organização Mundial de Sustentabilidade (WSO) transmissor do certificado Amigos da Terra . O espaço aberto em fevereiro está localizado em uma das áreas de moda mais movimentadas da Europa, a Galleria Passarella, no entorno da catedral de Milão. O showroom atraiu compradores, jornalistas, influenciadores e estudantes. A ideia é consolidar a oferta de roupas e acessórios produzidos com materiais atenciosos e com atenção aos direitos dos trabalhadores e desenvolvimento social.

No showroom, a Natural Cotton Color , certificada com o Friends of the Earth desde 2022, investiu pela primeira vez em uma coleção de inverno exibindo peças em Denim e Jacquard de algodão colorido orgânico da Paraíba com forros em feltros de lã produzidos do sul do país pela Dona Rufina – empresa também certificada pela WSO. Há peças em malha e em tecidos de algodão e grande parte do que está em exposição têm intervenção artesanal, sobretudo com Labirinto – uma técnica manual tombada como patrimônio imaterial da Paraíba e que é produzida por mulheres artesãs no município de Ingá.

Na inauguração do Showroom, o WSO optou pelo webinar “Produção e certificação sustentável de algodão” realizado com Rreze Masha, do departamento de ciências da Friend of the Earth, e a designer Naomi Enetomhe, da Sustainable. A apresentação foi a Natural Cotton Color, com palestra da consultora de marcas Elis Janoville.

Abertura de mercado de moda internacional

Para Francisca Vieira, CEO da Natural Cotton Color, uma exposição em Milão deve garantir a expansão comercial da marca no mercado internacional de forma mais segmentada. “Já faz parte da empresa participar de feiras globais de moda com estandes e até desfiles. No entanto, os contatos adquiridos são realizados pós-evento a partir do Brasil. No caso do showroom, além do destaque exclusivo para a moda sustentável, há uma continuidade com pessoal especializado no mercado de moda italiano. Isso ajuda a elevar a consciência sobre o nosso trabalho que tem como base o compromisso com a cadeia produtiva do algodão”, explica.

 

Vale destacar que o algodão colorido orgânico é cultivado no semiárido da Paraíba com contrato de compra garantido com a associação de agricultores familiares. A pluma já nasce em tons de bege, marrom e verde sem aditivos químicos e têm certificado internacional de produto orgânico. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) , por não usar irrigação na cultura, nem tingimento nos tecidos, o algodão colorido economiza até 87,5% de água quando comparado a um produto similar produzido pela indústria.

 

Paolo Bray, diretor do WSO, concorda que a narrativa é importante neste segmento. “Somos a primeira e única certificação no principal hub da moda. É um desafio que está sendo muito apreciado pelos consumidores, que demonstram interesse e curiosidade sobre as certificações e ficam entusiasmados em ouvir a história por trás das peças de moda expostas”.

 

A Natural Cotton Color é consequência de outras seis empresas que executam peças feitas com materiais e processos inspecionados e verificados. Há marcas da Suíça e da Itália, além de outras três marcas brasileiras: Celeste , Demodê Ateliê e Trópicca . Duas delas também peças com o algodão colorido orgânico da Paraíba.

A importância do segmento da moda sustentável

Segundo estimativas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), a indústria global da moda, avaliada em quase 3 trilhões de dólares, é responsável por cerca de 8% das emissões de gases de efeito estufa. O diretor da WSO destaca que os produtos têxteis na indústria de moda convencional consomem aproximadamente 215.000 bilhões de litros de água abundante, com produtos químicos liberados durante a produção e consumo. Além disso, o poliéster, um plástico derivado do petróleo, ultrapassou o algodão como a base da produção têxtil, causando infecção de microplásticos nos oceanos e nos aterros sanitários. “A busca por tecidos alternativos ao poliéster deve, portanto, se tornar uma prática entre empresas e estilistas. Nesse sentido,

O Showroom deve se tornar um carro-chefe “Amigos Sustentáveis”. Parte das receitas da atividade irão principalmente para os projetos e campanhas de conservação do WSO. Todos os anos, o WSO dedica uma parte crescente de sua margem (no ano passado, mais de 35%) para projetos de conservação selecionados e certificados em mais de 40 países.

 

 

 

Showroom em Milão

Venda ao consumidor: Galeria Passarella, 1 | São Babila | CEP 20122

 

Lojistas: Via Cappuccini, 8 | Palestro | CEP 20122

Ethical Fashion Brazil

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular

plugins premium WordPress