Publicidade

Gabriel Alves de Brito (PSDB), conhecido como Gabriel do Jacaré, está sendo acusado de embolsar parte dos salários de servidores do município

O vice-prefeito de Pilar, Gabriel Alves de Brito (PSDB), conhecido como Gabriel do Jacaré, vai ser investigado pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) por suposta extorsão de servidores contratados por excepcional interesse público. A informação está publicada no Diário Oficial do MPPB da edição da quarta-feira (28).

De acordo com o documento, o vice-prefeito estaria solicitando e “embolsando” parte dos vencimentos dos servidores Eliane Ferreira de Farias, Maria José da Silva, Selma Porcino da Silva, Cristiano dos Santos, José Ailton da Silva e Ednaldo da Costa Nascimento.

A partir da quarta-feira, a Secretaria de Administração de Pilar deverá encaminhar no prazo de 15 dias cópia das fichas funcionais dos servidores para maiores esclarecimentos.

Blog do Gordinho 

Comente usando o Facebook

Publicidade