Publicidade

Detido há dois anos e acusado de desviar US$ 301 milhões, Elías Antonio Saca foi presidente entre 2004 e 2009. Condenado por peculato e lavagem de dinheiro, ele também terá que devolver ao Estado US$ 260,7 milhões.

Comente usando o Facebook

Publicidade