Publicidade

A vítima contou que viu o homem insultar e ameaçar algumas meninas e procurou defendê-las. Então, o homem deu-lhe um chute e correu.

A Polícia Militar foi acionada para prender um homem de 42 anos que teria agredido uma mulher no ato de apoio ao candidato a presidente, Fernando Haddad (PT), no bairro dos Bancários, em João Pessoa. A manifestação e a confusão aconteceram neste sábado (20).

O homem foi imobilizado pelos manifestantes até a chegada da equipe da PM. A mulher foi até a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, registrar a denúncia contra o suposto agressor. Ela estava com duas testemunhas do ocorrido.

A vítima contou ao portal T5 que viu o homem insultar e ameaçar algumas meninas dizendo que se Bolsonaro vencesse as eleições, ele as atingiria com uma barra de ferro. Então, ela procurou defendê-las e o homem deu-lhe um chute e correu. Dois amigos dela o alcançaram e o renderam até a chegada da Polícia Militar.

O homem também foi levado à Central de Polícia Civil para prestar depoimento.

ClickPB

Comente usando o Facebook

Publicidade