quarta-feira, julho 17, 2024
spot_img
HomeDestaqueUp Garden: dono da casa de eventos em João Pessoa vai ser...

Up Garden: dono da casa de eventos em João Pessoa vai ser indiciado por causar desabamento, lesão corporal e homicídio culposo

O dono da casa de eventos ‘Up Garden,’ localizada entre os bairros Altiplano Cabo Branco e Portal do Sol, deverá ser indiciado após a queda na estrutura do local ter causado lesão corporal e homicídio culposo.

O ClickPB apurou que a informação foi divulgada ontem, durante reportagem de Maurício Ferraz exibida no programa Fantástico da TV Globo, ontem (16).

“Temos uma vítima fatal, temos vítimas que foram lesionadas, então aquilo iria colapsar em algum momento devido a forma em que foi construído e levantado”, disse Cristiano dos Santos Santana, superintendente da Polícia Civil ao Fantástico.

Advogado do estabelecimento diz que licenças estavam em dia

O advogado da Up Garden, Alberdan de Souza Silva, disse à Globo que as licenças do Corpo de Bombeiros, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) caberiam a pessoa responsável por realizar o evento e não à casa de shows.

“O espaço tinha sim autorização do Corpo de Bombeiros. Houve uma modificação e estava em fase de adaptação”, disse.

  • CLIQUE AQUI E VEJA A REPORTAGEM DO FANTÁSTICO QUE TROUXE O CASO ‘UP GARDEN’

Questionado pelo repórter Gustavo Ferraz se para o espaço modificado havia a licença, o advogado explicou que “ainda não”.

“Estava em fase de processamento”, disse.

Equipe de Gustavo Sagaiz questionou se local estava regular

Ao longo do conteúdo exibido ontem (16) pela TV Globo, o advogado do cantor Gustavo Sagaiz, Daniel Alisson Gomes da Silva, explicou que a equipe do artista questionou à equipe da casa de eventos se a mesma estava regular.

“Por a casa estar em atividade, foi perguntado e foi informado que sim. E ai acreditavam que estava em condições”, explicou.

Relembre o caso

Como trouxe o ClickPB à época, o evento que ocorria naquele domingo, dia 28 de abril, era o aniversário do cantor pessoense Gustavo Sagaiz.

Em meio a festa, por volta das 23h, uma estrutura de madeira, estilo ‘pavilhão’ desabou em cima do palco e deixou mais de 40 pessoas feridas.

Uma mulher que estava no evento não resistiu e veio a óbito.

Devido ao ocorrido, o local foi interditado e está sem funcionar desde então.

Em meio às investigações, constatou-se que o local não tinha licença para funcionamento.

1 /6
ClickPB

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular

plugins premium WordPress