Publicidade

Em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (11), o governador João Azevêdo (PSB) negou, que tenha feito alguma articulação com o presidente do PDT ou Ciro Gomes. O gestor esclareceu ainda, que toda a polêmica em cima desse assunto são apenas especulações. A informação correu na imprensa paraibana essa semana, após possíveis articulações para a saída de João da agremiação socialista.

“Eu não estive com o presidente Ciro Gomes. Pra mim seria um prazer muito grande. Não aconteceu isso. Vocês que fazem imprensa tem o direito de escrever o que quer e o que pensam. Evidentemente, algumas coisas são verdade e outras passam, simplesmente, pela imaginação que é fértil de muita gente”, comentou o governador

João também foi questionado sobre a operação “Calvário” que repercute a cada semana com novas prisões de secretários e gestores destacando que todas os investigados têm o direito de defesa. “As pessoas são colocadas nessa situação sem sequer terem sido ouvidas. Imagine só, você é colocado numa situação de busca e apreensão e nunca, sequer, teve a oportunidade de ser ouvido. A partir dai, essas pessoas terão o tempo necessário para fazer suas defesas, que eu torço que evidentemente isso aconteça”, revelou

Click PB

Comente usando o Facebook

Publicidade