Publicidade

Um advogado foi preso no início da tarde desta terça-feira (18) ao tentar entrar com chips de celulares e carregadores no presídio PB-1, em Jacarapé. Trata-se de Francisco Cavalcanti, que nega ter tido conhecimento dos objetos em um colchão, que seria entregue a um apenado.

-Estou aqui tranquilamente para fazer o esclarecimento. Não sei para quem seria [o chip]. Não sabia que tinha [o chip] no colchão-, disse o advogado, que diz ter vários clientes presos no PB-1.

Ao tentar entrar com o colchão, que teria sido enviado por alguém próximo ao apenado que receberia o objeto, o scanner mostrou o material ilícito escondido. O advogado foi detido em flagrante e encaminhado à Central de Polícia, no bairro do Geisel.

Ainda não foi divulgado para qual apenado o colchão seria entregue. As informações foram divulgadas no programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM.

Fonte: Resumo PB

Comente usando o Facebook

Publicidade