Publicidade

O veículo foi encontrado nesta quinta-feira (19) em Santa Rita, após o suposto latrocínio do empresário, o qual foi encontrado morto, na terça-feira (17), no bairro João Paulo II.

O delegado Tércio Chaves, da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio da Capital, disse que o carro de Aldeone Antunes tinha sinais de incêndio. O veículo foi encontrado na tarde desta quinta-feira (19) em Santa Rita, na Grande João Pessoa, após o suposto latrocínio do empresário, o qual foi encontrado morto dentro do próprio apartamento, na terça-feira (17), no bairro João Paulo II.

Ainda segundo o delegado Tércio Chaves, o automóvel estava com pneus baixos, além de apresentar marcas de chamas. “Há marcas de fogo que mostram que tentaram incendiar o carro, mas não não conseguiram. O fogo se apagou logo”, afirmou ele.

Saiba mais

Empresário é encontrado morto dentro de casa e suspeito de latrocínio seria namorado da vítima

Polícia investiga latrocínio de comerciante morto pelo próprio namorado em JP

Corpo de empresário encontrado morto em apartamento será enterrado em Sousa

Após conseguir imagens, Polícia Civil busca identificar suspeito de matar empresário em JP

Polícia encontra carro de empresário morto em JP e delegado aguarda resultado da perícia

Peritos criminais foram acionados para examinar o carro e o local onde ele foi encontrado. O veículo estava em um terreno na Mumbaba, em Santa Rita, na divisa com o Bairro das Indústrias, em João Pessoa. O automóvel é um modelo Ecosport de cor vermelha e placas OGA 1302.

A informação da apreensão do carro abandonado foi confirmada ao ClickPB pelo delegado Braz Morroni, titular da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio da Capital. Ele informou que enviou uma equipe da Polícia Civil para acompanhar a apreensão do veículo abandonado e que já solicitou perícia para tentar conseguir sinais do autor e do crime.

O delegado Braz Morroni também explicou que enviou a equipe para as diligências porque soube que o inquérito do crime contra Aldeone Antunes vai sair da Delegacia de Homicídios e será remetido à Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio por causa da suspeita de latrocínio.

Ele informou ao ClickPB que ainda não recebeu o inquérito, mas que já trabalha em torno da perícia sobre o veículo e que aguardará o resultado da perícia. O laudo deve ser entregue em até 10 dias.

Aldeone foi encontrado morto com um tiro no rosto, conforme divulgado pela polícia.

ClickPB

Comente usando o Facebook

Publicidade