Publicidade

Em contato com o ClickPB, a defesa da vítima, o advogado Getúlio Souza, explicou os detalhes da audiência.

A audiência de instrução do homem suspeito de matar o taxista Paulo Damião, de 42 anos, em frente a um supermercado no Bessa, em João Pessoa, aconteceu nesta terça-feira (18). Na audiência, ficou decidida a data da oitiva do ex-corretor para o mês de abril.

Em contato com o ClickPB, a defesa da vítima, o advogado Getúlio Souza, explicou os detalhes da audiência. Confira abaixo:

“A audiência de instrução de hoje foi fatiada mais uma vez. Foram ouvidas as testemunhas restantes, uma do Ministério Público, falta ser ouvida uma por carta precatória, a Defesa formulou um pedido de assistência pericial para se pronunciar acerca de três laudos que tem no processo e a Juíza remarcou a oitiva desses para o dia 29 de abril bem como a oitiva do réu consequentemente alegações finais e o Ministério Público, assistente de defesa, para que então advenha a sentença de pronúncia e o réu seja submetido a júri popular”, disse o advogado com exclusividade ao ClickPB.

O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro de 2019. Os relatos são de que o suspeito atirou no taxista por causa de uma vaga de estacionamento. A expectativa da acusação é que o suspeito, ex-corretor de imóveis, seja levado à júri popular.

Está sendo imputado ao acusado o crime de homicídio com duas qualificadoras, o que caracteriza crime hediondo, cuja pena é de 12 a 30 anos.

ClickPB

Comente usando o Facebook

Publicidade