Publicidade

Homem de 32 anos era considerado principal suspeito do duplo homicídio. Idosos foram encontrados dentro de casa, três dias após crime.

Considerado o principal suspeito de ter assassinado a mãe e o padrasto, o homem de 32 anos foi encontrado enforcado em uma área rural de Cambuci, noroeste fluminense. Moradores da região viram o corpo e acionaram a polícia local.

A mensagem “Minha vó não viu nada” estava escrita na terra. A idosa de 92 anos também estava na residência no momento do crime. Segundo a polícia, ela tem alzheimer e precisou ser hospitalizada.

O veículo do casal estava sendo rastreado pelos agentes e foi encontrado abandonado. Maria Amélia Daflon Vogas, de 64 anos, e Sahid Voga, de 69, foram encontrados mortos na noite de terça-feira (11), no bairro Monte Castelo.

Casal morto dentro de casa no bairro Monte Castelo, em Três Rios — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Casal morto dentro de casa no bairro Monte Castelo, em Três Rios — Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Imagens de câmeras de segurança da residência registraram a movimentação do suspeito, que morava com o casal. Segundo a polícia civil, ele foi visto entrando na residência e saindo em um carro. Familiares do casal informaram à polícia que o suspeito era usuário de drogas e teve um desentendimento com a mãe e o padrasto.

Ainda segundo a polícia civil, o local onde o homem foi encontrado vai passar por perícia e o corpo por necrópsia. “Todos os indícios são fortes e apontam para autoria dele”, concluiu o delegado André Pinto Lourenço da 108ª DP.

Carro do casal foi encontrado abandonado em uma área rural em Cambucí — Foto: Polícia Civil

Carro do casal foi encontrado abandonado em uma área rural em Cambucí — Foto: Polícia Civil

G1

Comente usando o Facebook

Publicidade