Mortes violentas: Carnaval já registra 14 homicídios na PB.

Pelo menos 14 pessoas foram assassinadas na Paraíba nos primeiros dias do feriadão de Carnaval. Na Região Metropolitana de João Pessoa, a polícia registrou nove homicídios neste período. Em todos os casos da Capital, a polícia ainda não havia encontrado suspeitos, até o fechamento desta edição. Os primeiros dois crimes ocorreram na noite da sexta-feira. Ambas as vítimas tinham passagem pela polícia.

José Agamenon Barbosa, de 33 anos, foi surpreendido por dois homens em sua casa, situada na Rua Rei Davi, no Valentina. Após a invasão, José foi assassinado com um tiro no tórax e os homens, que ainda não foram identificados, fugiram. Para a polícia, o crime foi um “ajuste de contas” e está relacionado com drogas. Na madrugada do sábado, na Comunidade São Rafael, o ex-presidiário João da Penha Monteiro de Oliveira Filho, 44 anos, foi assassinado com cinco tiros. A autoria do crime é atribuída a dois homens que estavam em uma moto, sem identificação.

Já por volta das 22h do último sábado, Luiz Moreno dos Santos, de 33 anos, foi atingido por três disparos de arma de fogo, na comunidade Jardim Mangabeira, situado no bairro de Mandacaru.

Na noite de domingo, o dono de uma lanchonete foi executado no meio da rua que morava. Eronildo Pequeno da Silva, de 27 anos, residia no bairro de Muçumagro, e foi morto por dois homens que chegaram em uma moto não identificada e o carona efetuou vários tiros de pistola. Ainda no domingo, um homem identificado apenas como “Fernando” foi encontrado morto com vários tiros na cabeça. O crime aconteceu no Engenho Velho, no Distrito Industrial de João Pessoa. Policiais do 5º BPM foram acionados para registrar a ocorrência.

Também no último domingo, um jovem morreu após uma discussão por causa de um capacete, em Mangabeira. De acordo com a Polícia, por volta da meia noite, Danilo Soares de Sousa, de 24 anos, estava em um posto de combustível juntamente com o suspeito do crime, identificado apenas como Cristiano, e depois de um bate-boca, acabou sendo atingido por uma facada no tórax. Danilo ainda foi encaminhado para o Ortotrauma de Mangabeira, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Por volta das 18h30 do domingo, no Grotão, o auxiliar de pedreiro Fernando Jerônimo, 34 anos, foi assassinado a tiros por desconhecidos. Na madrugada do mesmo dia, no Conjunto Renascer II, Cabedelo, uma mulher sem identificação foi encontrada morta a tiros em um terreno baldio. Na noite de anteontem, no Conjunto Rafael Cunha, em Cruz do Espírito Santo, Região Metropolitana da Capital, Ricardo dos Santos, 27 anos, foi assassinado a golpes de faca-peixeira.

No interior
A Polícia Militar registrou quatro homicídios e cinco ocorrências de agressões contra mulheres nas regiões do Agreste, Cariri e Sertão da Paraíba.  Na zona rural da cidade de Monteiro, no Cariri, o jovem José Leonardo Marques da Silva, de 15 anos, foi assassinado a pedradas e teve parte da orelha cortada. Em Campina, um crime foi registrado por volta das 22h do domingo, no bairro Monte Castelo. Um homem’, que até a tarde de ontem não havia sido identificado, foi atingido por seis tiros. Em Itatuba a vítima foi o agricultor Silmonaldo Germando, 32, morto a facadas. No Sertão, a vítima foi José Vicente da Silva, 53 anos.

Correio da Paraíba.

Aline Guedes, Aline Martins, Haryson Alves e Humberto Lira

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress