Preso pela morte de Anielle Teixeira fica em quarentena na Central de Polícia e depois seguirá para presídio PB1

Suspeito seguirá preso em carceragem da Polícia Civil na Paraíba.

Em audiência de custódia realizada nesta quinta-feira (09), a Justiça decidiu que José Alex, suspeito da morte de Anielle Teixeira, de 11 anos, permanecerá preso. Inicialmente ficará em quarentena na carceragem da Central de Polícia de Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa, e após esse período seguirá para a Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Abrantes (PB1), em Mangabeira. A informação foi dada no programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

José Alex foi preso em uma casa no município de Ferreiros, em Pernambuco, estado vizinho da Paraíba, na tarde de quarta-feira (08). A Polícia Civil havia o identificado como o principal suspeito da morte da menina. De acordo com apurado pelo ClickPB, ele teria levado a criança no início da manhã de domingo (05) no momento em que ela dormia com a mãe e os irmãos em um quiosque da orla marítima da Capital.

O corpo de Anielle foi encontrado na madrugada de ontem em uma área de mata próximo ao Rio Jaguaribe, no bairro de Miramar, em João Pessoa. Há indícios de esganadura e de violência sexual. No entanto, apenas exames irão comprovar a causa morte da menina.

Saiba mais:

ClickPB

Comente usando o Facebook