Assembléia vai realizar sessão especial para discutir quebra da autonomia da UEPB.

A Assembléia Legislativa da Paraíba vai realizar sessão especial proposta pela deputada Daniella Ribeiro (PP), objetivando discutir as denúncias dos integrantes da Universidade Estadual da Paraíba a respeito da quebra de autonomia por parte do Governo do Estado, com relação à instituição estudantil, que vem causando sérios problemas ao desenvolvimento das atividades da entidade educacional.Há vários meses as entidades ligadas à UEPB, principalmente a Associação dos Docentes da Universidade Estadual da Paraíba têm denunciado o não repasse integral do duodécimo correspondente à instituição, inclusive, inviabilizando o reajuste dos docentes se funcionários que tem reclamado da não concessão de reajuste em seus salários.

A deputada Daniella Ribeiro (PP), que está em São Paulo, disse que apóia os servidores da UEPB e que convoca os demais parlamentares paraibanos para apoiarem a autonomia da instituição.

“Temos a obrigação como deputados de fazer valer as leis e que seja respeitada autonomia da UEPB e as conquistas dos servidores”, afirmou.

Ressaltou que“ o governador não pode simplesmente desrespeitar a todos e passar por cima da legislação. Os servidores e a UEPB merecem respeito. Mesmo em São Paulo,acompanhando minha mãe para exames, estamos atuando em prol dos servidores e da UEPB”.

Finalizou acentuando que “a Universidade não pode ser instrumento de demagogia. Se todos concordam que a UEPB é um patrimônio de todos que seja feita uma aliança em prol dela”.

Por outro lado, a deputada Daniella Ribeiro, presidenta da Frente Parlamentar em Defesa do Servidor Público na Assembléia Legislativa da Paraíba, apresenta o seu protesto contra a decisão do governador Ricardo Coutinho de não proceder ao pagamento de cerca de 15 mil servidores públicos prestadores de serviço e pró-tempores, alguns com até 25 anos de dedicação à Paraíba e ao seu povo.

– É lamentável que o Governo do Estado seja tão insensível com as pessoas, pais e mães de família, que estão em desespero, com os compromissos vencidos e não tem opção para proceder ao pagamento de suas dívidas. Não se vê uma coisa dessas em lugar do mundo. É espantoso e humilhante o que está se fazendo contra os servidores.Mesmo em São Paulo, onde estou com a minha mãe fazendo exames de saúde não medes liguei dos problemas do povo, protesto e cobro solução para o pagamento imediato desses servidores.

Na última semana Daniella participou em Campina Grande, do ato público convocado pela Asprenne e outras entidades sindicais para discutir as demissões de aproximadamente 15 mil prestadores de serviço e pró-tempores do Estado.

Segundo o parlamentar “o que vemos é o total desrespeito com os mais humildes. Vários pais e mães de famílias, com tantos anos de serviço prestados ao Estado sendo substituídos como se fossem objeto de troca, sem respeito algum, de quem foi eleito para amparar o povo, e hoje, causa desamparo e desespero”.

Afirmou que “o ato dos servidores é importante para se debater e procurar uma solução para pais e mães de família que estão sem qualquer perspectiva. Na Assembléia Legislativa vamos dar continuidade a essa luta justa de todos e de todas”,prometeu.
Da Assessoria.

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress