Publicidade

Mourão disse que é uma “honra” participar da disputa ao lado do parlamentar e ex-capitão do Exército.

O general da reserva e presidente do Clube Militar, Hamilton Mourão (PRTB), confirmou neste domingo que recebeu e aceitou o convite para ser candidato a vice na chapa do deputado Jair Bolsonaro (PSL) ao Planalto nas eleições 2018.

Em conversa com o jornal O Estado de São Paulo, Mourão disse que é uma “honra” participar da disputa ao lado do parlamentar e ex-capitão do Exército.

“Estou honrado e muito feliz por receber esse convite. Agora, é participar junto com Jair Bolsonaro da campanha e percorrer o País”, disse. Mourão participa na tarde deste domingo de uma reunião com aliados para discutir sua participação na campanha presidencial.

O nome do oficial da reserva chegou a ser anunciado por Bolsonaro no mês passado, em evento público em Rio Verde, Goiás. Mas, na ocasião, a cúpula do PRTB manifestou-se contra a aliança com o PSL.

O general da reserva foi a terceira tentativa de Bolsonaro de conseguir um vice para a sua chapa. Ele já havia recebido negativas do senador Magno Malta (PR-ES), que preferiu tentar a reeleição, e da advogada Janaína Paschoal, que declinou no sábado do convite por motivos familiares.

A aliança com o PRTB, ainda a ser confirmada na tarde deste domingo, também rompe o isolamento de Bolsonaro na disputa. Até então, o capitão da reserva não havia fechado nenhuma aliança eleitoral.

O partido de Mourão, que é presidido por Levy Fidélix, porém, pouco acrescenta à coligação de Bolsonaro, pois elegeu apenas um parlamentar em 2014 e leva apenas 1 segundo a mais para o programa eleitoral de televisão e rádio.

ClickPB

Comente usando o Facebook

Publicidade