Empresas terceirizadas devem assumir trabalho de Organizações Sociais na Educação

O governador João Azevêdo anunciou o fim dos contratos com as OS na Educação em entrevista nesta segunda-feira (13).

Empresas terceirizadas devem assumir o trabalho que era desenvolvido por Organizações Sociais (OS) nas escolas da Paraíba. O governador João Azevêdo anunciou o fim dos contratos com as OS na Educação em entrevista ao programa Conexão Master, na TV Master, nesta segunda-feira (13).

De acordo com a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado da Educação (SEE), as OS estão presentes atualmente em todas as escolas da rede estadual de ensino, em serviços de apoio, como limpeza, merenda e manutenção.

O governador deu a entender que os serviços passarão a ser realizados por empresas terceirizadas. A SEE, porém, informou que ainda será definido como será o processo de transição e os prazos para isso. Os detalhes serão publicados em breve.

Histórico

A decisão do governador de finalizar os contratos com as Organizações Sociais veio após o escândalo das OS na área da Saúde, que culminou com a Operação Calvário. Em entrevista coletiva realizada no dia 23 de dezembro, o governador anunciou o fim de todos os contratos com as OS na área da saúde, decisão que agora foi estendida para a educação.

Click Pb.

 

Comente usando o Facebook