Publicidade

Algumas atitudes que Gervásio Maia tomou na condição de presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba desagradaram 35 deputados estaduais e o próprio governador Ricardo Coutinho na época, de acordo com Hervázio Bezerra. O secretário da Juventude, Esporte e Lazer da Paraíba esteve na manhã desta quinta-feira (19) participando do programa Jornal da Cultura, da rádio Cultura FM, de Guarabira, conduzida pelos apresentadores Rudney Araújo, Edcarlo Monteiro, Martins Jr. e Rodrigo Souza.

“Gervásio contrariou 35 deputados e inclusive a mim. Me contrariou em função de algumas indicações minhas na Assembleia que disse que ia manter e não manteve”, comentou Hervázio. O secretário declarou que Gervásio “deu uma canetada e exonerou todo mundo”.

Já o que desagradou o governador Ricardo Coutinho foi a nomeação de um desafeto seu para a Assembleia Legislativa. A pedido de alguns deputados, Gervásio decidiu nomear o advogado Edísio Souto como assessor jurídico da Procuradoria da Assembleia.

“Ricardo não gostou e azedou geral para Gervásio. Aí Gervásio perdeu a condição de candidato. Perdeu apoio de Ricardo. Nós tentamos reverter e não conseguimos”, revelou Hervázio.

Ainda de acordo com o secretário, não fosse esse impasse, Gervásio teria sido a melhor opção como candidato. Hervázio recordou ainda que “Gervásio Maia presidente da Assembleia teve a posse mais pomposa e forte da história da política da Paraíba”.

click PB

Comente usando o Facebook

Publicidade