Governador anuncia conclusão de 205 casas populares

“Até o final de março, devemos concluir 205 casas populares, que representam investimentos de mais de R$ 5,5 milhões”, anunciou o governador Ricardo Coutinho no programa de rádio “Fala Governador”, levado ao ar toda segunda-feira, pela Rádio Tabajara. As obras em execução pela Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap) ocorrem em nove cidades. As moradias em fase de conclusão estão sendo construídas em Mogeiro (15 unidades); Caaoporã (30); Caldas Brandão (20); Logradouro (20); Pilões (20); Solânea (20); Caiçara (dez); João Pessoa (40); Itaporanga (30). “Tudo isto pelo programa Pró-Móradia, que estava paralisado. O Governo do Estado conseguiu salvar esses recursos, entrando com a contra-partida e fazendo com que o sonho da habitação seja realizado para a população dessas cidades”, declarou Ricardo. De acordo com o governador, em Campina Grande estão sendo retomadas as obras do Conjunto Habitacional Novo Cruzeiro, com 333 casas populares. O conjunto foi iniciado em 2006 e paralisado em 2009. O valor do contrato é de R$ 5.624.666,09. O atual governo quitou os débitos e destravou a obra em dezembro passado. Ainda em Campina, está em processo de licitação a construção de 406 casas populares no Colinas do Sol. Ricardo lembrou que, este ano, a Cehap terá mais de R$ 38 milhões para investir na construção de moradias populares em municípios com até 50 mil habitantes. As unidades habitacionais serão construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida, em localidades que serão divulgadas pelo Ministério das Cidades ainda este mês. O governador comemorou a credibilidade da Cehap junto ao Ministério das Cidades, que comprovou sua capacidade de atuar como agente financeiro nos programas de habitação. A estatal apresentou ao Ministério das Cidades uma proposta para a seleção do programa, objetivando a construção de moradias com área mínima de 36m². “Esta é uma notícia boa para a Cehap, boa para o povo da Paraíba e, ao mesmo tempo, está compatível com tudo aquilo que se espera de uma política habitacional”, destacou.

Ricardo também disse que estão em análise, na Caixa Econômica Federal (CEF), projetos habitacionais que foram encontrados com as obras paralisadas por irregularidades. “O Governo trabalha para retomar essas construções do Pró-Moradia”, afirmou. Os municípios contemplados são: Bom Jesus (dez unidades); Monte Horebe (dez); Poço José de Moura (20); Santa Rita (25); Juazeirinho (40); Cajazeiras (66); Vista Serrana (20); Aroeiras (10); Cubati (20). Outro projeto está em elaboração para em seguida ser licitado. No município de Riacho de Santo Antônio, em convênio com o BNDES, estão previstas 52 casas populares. Para regularizar e licitar via Caixa em Santana de Mangueira estão previstas 10 unidades. Em Damião, 20 unidades.

Secom-PB

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress