Vital do Rêgo volta a manifestar indignação com a redução nos recursos da UEPB.

Em discurso no Plenário nesta segunda-feira (5), o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) lamentou o tratamento que, segundo ele, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vem recebendo do governo do estado. Essa indignação não é somente minha, mas de todo a sociedade da Paraíba – afirmou.
De acordo com o senador, no último dia 31 de janeiro foi publicado o cronograma mensal de desembolso do estado.

Vital do Rêgo informou que o valor designado para a UEPB veio bem abaixo do esperado. Segundo a reitora da universidade, Marlene Alves, a instituição tem direito a 5,77% da receita estadual – o que corresponderia a R$ 27 milhões mensais e não aos R$ 18,7 milhões, conforme publicado. Ele disse que muitos já têm se aproveitado da situação e proposto a privatização ou a federalização da UEPB.

Vital afirmou que tem uma profunda ligação sentimental com a universidade, pelo fato de ter sido aluno, monitor e professor concursado da instituição. Segundo o senador, seu pai foi reitor da UEPB e coordenou um acordo com o governo estadual à época, iniciando o processo de estadualização da universidade.

O senador declarou que a UEPB é um patrimônio do povo paraibano, com oito campi, que oferecem 46 cursos de graduação para 20 mil alunos, além de 13 cursos de mestrado. Vital do Rêgo destacou a importância da educação e destacou que, em países como os Estados Unidos e Coréia do Sul, há muito mais jovens matriculados em cursos universitários do que no Brasil.
– Não posso assistir, passivamente, a uma manobra que coloca em risco a autonomia financeira da UEPB – afirmou.
Agência Senado
Por Victor Paiva.

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress