sábado, junho 15, 2024
spot_img
HomeDestaqueNa Paraíba, cerca de 23 mil eleitores perdem seu título

Na Paraíba, cerca de 23 mil eleitores perdem seu título

Encerrado o prazo de regularização eleitoral para quem não votou ou não justificou a ausência nas últimas três eleições, 23.135 paraibanos terão o título de eleitor cancelado, de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB). Na Paraíba, apenas 1.855 eleitores com pendências regularizaram a situação, o que representa 7,33% dos faltosos convocados pela Justiça Eleitoral no Estado. O cancelamento automático será efetivado de 10 a 12 de maio.

Sem o documento, o cidadão não pode participar das votações como eleitor ou candidato, além de ficar impedido de obter passaporte, CPF e carteira de identidade além de sofrer outras sanções como impossibilidade de nomeação em concurso público ou matrícula em universidades públicas. O cancelamento do título também impede o eleitor de obter empréstimos, principalmente em bancos públicos. Já os servidores públicos ficam impedidos de receber remuneração.

De acordo com o TRE-PB, a procura pela regularização aumentou na última quinta-feira (25), último dia do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral. Só nos últimos dois dias, 853 eleitores procuraram os cartórios eleitorais da Paraíba, concentrando mais de 45% do total de atendimentos na reta final da campanha, que durou dois meses e começou em 25 de fevereiro deste ano. Ao todo, 92,5% dos eleitores convocados não comparecem e devem ter o título suspenso.

A maior procura foi em João Pessoa. Dos 5.129 títulos eleitorais pendentes, 406 foram regularizados, ou seja, 7,9% do total. Já em Campina Grande, segundo maior colégio eleitoral, a adesão foi ainda menor.

Dos 1.999 convocados, apenas 87 compareceram, um índice de 4,3%. Em Santa Rita, dos 739 documentos com pendência foram regularizados 46 (6,2%), enquanto em Patos dos 680 títulos com risco de cancelamento, apenas 43 foram regularizados (6,3%).

ALERTA

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Marcos Cavalcanti, reitera que o prazo final da regularização do título não se aplica aos eleitores que faltaram apenas a uma eleição, ou seja, às eleições municipais de 2010. “Quem não se enquadra na situação de ter deixado de votar em três eleições, lembrando que cada turno equivale a uma eleição, tem até maio de 2014 para regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral”, afirmou.

Os números finais de cancelamento só serão divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral em 14 de maio, após serem processados pelo sistema.

JP on line

 

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular

plugins premium WordPress