Publicidade

Hamza bin Laden teve um papel relevante na Al Qaeda e expressou desejos de vingar a morte de seu pai, em 2011, no Paquistão

Hamza bin Laden, filho do antigo líder da rede terrorista Al Qaeda Osama bin Laden, se casou com a filha de Mohammed Atta, suicida que pilotou um dos aviões que se chocaram contra as Torres Gêmeas de Nova York em 11 de setembro de 2001, segundo o jornal The Guardian.

A união foi revelada por dois meios-irmãos de Bin Laden, Ahmad e Hassan al-Attas, em entrevista ao jornal britânico. Eles afirmaram que Hamza teve um papel relevante na Al Qaeda e expressaram desejos de vingar a morte de seu pai, assassinado em maio de 2011 por soldados americanos no Paquistão.

“Escutamos que se casou com a filha de Mohammed Atta. Não temos certeza de onde está (Hamza), mas poderia estar no Afeganistão”, declarou Ahmad Al-Attas ao Guardian.

Outro dos filhos de Osama bin Laden, Khalid, morreu pelos disparos das forças especiais americanas na operação que acabou com a vida de seu pai, enquanto um terceiro, Saad, morreu em um ataque com drones no Afeganistão em 2009.

O atentado das Torres Gêmeas, cometido pelos terroristas do grupo, tirou a vida de cerca de 3 000 pessoas.

Hamza bin Laden é filho de uma das três viúvas de Osama bin Laden, Khairiah Sabar. As três mulheres e os vários filhos de Bin Laden se refugiaram na Arábia Saudita após a morte do antigo líder da Al Qaeda e mantêm o contato com a mãe de Osama, Alia Ghanem. Em entrevista ao mesmo jornal britânico publicada na semana passada, Alia admitiu que teve uma “vida muito difícil”.

Ghanem descreveu o ex-líder da rede terrorista como um menino “tímido, mas bondoso”, que na adolescência conheceu gente que “fez uma lavagem cerebral”.

(Com EFE)

Comente usando o Facebook

Publicidade