Publicidade

Em meio às decisões dos campeonatos estaduais, a Chapecoense recebeu o Corinthians na Arena Condá nesta quarta-feira e venceu por 1 a 0 com gol de Ayllon e saiu na frente na quarta fase da Copa do Brasil. Com o resultado, a Chape vai para o segundo jogo em Itaquera com a vantagem de poder empatar que ainda assim avança para às oitavas-de-final do torneio. Para o Corinthians só a vitória por dois gols de vantagem garante a classificação.

Caso o Alvinegro vença por um gol de vantagem, a decisão acontece nos pênaltis. Chapecoense domina o primeiro tempo Preocupado com a final do Campeonato Paulista, o Timão entrou em campo para a quarta fase da Copa do Brasil com um time misto. A opção do técnico Fábio Carille se deu pelo desgaste da viagem para o sul do país e permitiu que nomes como Michel, Marllon, Richard, Ramiro e Boselli tivessem chance entre os titulares.

Outra novidade foi a presença de Jadson ao lado de Sornoza no meio de campo. Já o time da Chape, comandada por Ney Franco, entrou em campo com sua melhor formação. O início do jogo foi de muito estudo entre as equipes, sem que houvesse grandes avanços para além da intermediária do campo ofensivo de qualquer um dos lados. O Corinthians fazia a bola girar bastante desde o seu campo de defesa, enquanto a Chapecoense dava a posse para o adversário e marcava forte, tentando recuperar para realizar o contra-ataque.

A primeira grande jogada aconteceu apenas aos 18 minutos, com uma descida de Regis pelo lado direito, o meia cruzou na medida para Everaldo que cabeceou firme para excelente defesa de Walter. O Corinthians mostrou mais uma vez dificuldades em finalizar ao gol adversário, algo que tem se tornado constante na equipe que até então caminhava para sua quarta partida sem marcar gols. E a Chape aproveitou o mau momento do adversário para assumir o controle do jogo, criando mais chances com Everaldo, que parava na atuação segura do goleiro corintiano. Melhor na partida, a Chapecoense pressionava o time Alvinegro sem descanso. Everaldo, de falta, teve mais uma grande chance, mas parou em Walter, que fez excelente defesa e colocou para escanteio.

Na cobrança, a bola desviada sobrou para Ayllon, que tocou na saída do goleiro para abrir o placar para a equipe caterinense. O gol animou a Chape que continuou a pressionar em busca do segundo gol, enquanto o Corinthians tentava se reorganizar em campo. Neste cenário, as equipes foram para o intervalo com vantagem Condá por 1 a 0. FFFF No intervalo, Carille mudou o Corinthians colocando Clayson e Ralf nos lugares de Ramiro e Jadson. Mesmo assim, o segundo tempo começou parecendo que as duas equipes retomaram o jogo do mesmo ponto em que encerraram a primeira etapa.

A Chape assumiu o domínio e, logo aos dois minutos, já incomodava o goleiro Walter e, com menos de dois minutos, Gustavo Campanharo bateu forte e acertou o travessão. Aos poucos, o Timão se organizou em campo e igualou as ações na partida. Neste cenário, acertou seu primeiro chute a gol na partida aos 11 minutos do segundo tempo, com Sornoza que partiu em velocidade pelo lado esquerdo e fez a batida. A bola desviou em Gum e obrigou Vagner a praticar excelente defesa no contra-pé.

A chance de gol acordou o time do Corinthians, que resolveu ser presença constante dentro da área da Chapecoense, criando boas oportunidades com Vagner Love e Clayson. Vendo o crescimento adversário, Ney Franco colocou Amaral, volante mais marcador, no lugar de Elicarlos. Logo após a mudança, o Timão teve sua melhor chance no jogo. Michel lançou em profundidade, Vagner saiu mal e a bola sobrou com Sornoza, já sem goleiro.

O equatoriano errou o domínio e deu tempo de Eduardo aliviar na defesa. No lance, Vagner sofreu uma lesão no joelho e precisou ser substituído por Tiepo, goleiro titular da equipe no Campeonato Catarinense. Minutos depois, Ney Franco foi obrigado a mexer de novo, uma vez que Regis sentiu lesão e precisou deixar o gramado para a entrada de Augusto. A opção do treinador foi para fechar um pouco mais o time.

Com as mudanças, o jogo seguiu igual, sem que as duas equipes conseguissem agredir a meta adversária, o que deixou a partida com vitória da Chape pelo placar mínimo e com vantagem do empate no confronto da próxima semana, em Itaquera.

O Gol

Comente usando o Facebook

Publicidade