NOVATOS: Augusto Policial e Jaquelino estreiam na Câmara de Ingá

Não são exatamente novatos na política ingaense, uma vez que já foram candidatos em eleições passadas, no entanto, Augusto Policial e Jaquelino com a conquista de seu primeiro mandato eletivo passam a ser a novidade na Câmara Municipal de Ingá para a legislatura 2021/2024.

JOSÉ AUGUSTO QUEIROZ 

O “Puliça” enfim chegou lá, após duas tentativas anteriores, 2012 e 2016. Na campanha vitoriosa de Manoel da Lenha em 2012 Augusto estreou na política ingaense como candidato pelo PSB e conquistou 132 votos. Já em 2016 na reeleição de Manoel da Lenha, Augusto policial estourou com 418 votos pelo PRB, porém foi superado por Cipó e mesmo ficando entre os 7 primeiros mais votados, não foi eleito, uma injustiça do famigerado quociente eleitoral, como foi vítima agora o vereador Vinícius Bacalhau. Agora em 2020 preferiu filiar-se ao MDB ao lado de Daniela, campeã de votos na eleição passada, e finalmente o “puliça” foi eleito com 442 votos, mantendo a linha crescente de suas votações.

Mesmo fazendo parte do MDB integrante da coligação de Robério Burity, Augusto manteve neutralidade em relação a chapa majoritária, uma vez que, segundo sua estratégia, tinha votos dos eleitores dos três candidatos a prefeito. Seguiu o pedido do seu grupo de apoio pela neutralidade.

Augusto, policial civil, é natural de Natal, RN, mas já é ingaense de coração onde trabalha e reside há mais de 10 anos, constituiu família e gera emprego e renda no município por meio de empresa privada de segurança. Usa as redes sociais com frequência, tem posicionamentos considerados de direita, defende o governo Bolsonaro, opina sobre questões locais polêmicas, mas de forma respeitosa com as opiniões contrárias, conquistou o respeito e admiração da maioria do eleitorado ingaense na sua firme luta contra o crime e resoluções de casos policiais, tendo inclusive exemplos de ter retirado jovens de iniciar no mundo crime através do convencimento e amizade. O “Puliça” como é carinhosamente tratado por seus seguidores e eleitores será um representante da segurança pública na Câmara Municipal.

O candidato Keké de Sabará recebeu 249 votos e ficou na suplência do MDB.

Keke de Sabará MDB 249

JACQUELINO CAMILO DE MOURA 

Jacquelino de Redeiro, como é conhecido e registrado candidatura, já demonstra no próprio nome que é o herdeiro político do ex-vereador Antônio Silvino de Moura, o popular Antônio Redeiro, que ama a política desde a juventude e detentor de tantos mandatos eletivos desde a época do ex-prefeito Welington Gomes Barbosa. Desde a eleição de 2016 que Redeiro não foi mais candidato deixando a vez para Jacquelino.

Jacquelino, comerciante e agricultor, se candidatou pela primeira vez em 2016 pelo PMN quando obteve 130 votos e não foi eleito. Desta vez, contando com seu carisma pessoal, simpatia, amizades, família e importantes apoios conquistados, Jacquelino também estourou de votos nas eleições 2020 pelo PROS, saindo da 27ª colocação na primeira eleição para o 6º mais votado com 499 sufrágios, conquistando a segunda vaga do PROS.

Ainda não tem o traquejo do pai no uso do microfone, e mesmo tendo seu brilho próprio, deverá receber também conselhos e orientações nos posicionamentos políticos pela experiência do pai e dos demais familiares que são muito atuantes na política partidária em Ingá.

Jacquelino e Augusto são os estreantes e novatos na Câmara Municipal. A expectativa é grande sobre suas atuações e posicionamentos doravante.

Que a atuação de todos os vereadores seja iluminada por Deus, com responsabilidade, defesa do que seja melhor para o município, sem demagogia e radicalismos políticos ou pessoais. Afinal, a eleição já passou, agora é tomar posse e trabalhar pelo bem comum.

Boa Sorte a todos !

 

 

 

Comente usando o Facebook