Parlamento Jovem propõe audiência pública para discutir retorno às aulas presenciais em Itatuba

Propositura do jovem parlamentar Osvaldo Filho prevê convite para que Secretaria de Educação esclareça protocolos para retorno seguro.

Com apoio unânime dos integrantes, o Parlamento Jovem de Itatuba aprovou requerimento na última sexta-feira (22) para que a Secretaria de Educação apresente o plano estratégico de retomada das aulas presenciais, mesmo em formato híbrido. A propositura foi do 1º Secretário do Parlamento, Osvaldo Filho.

“Não basta apenas divulgar um banner eletrônico nas redes sociais informando a data de retorno, apontando para esta segunda-feira (25). É necessário que haja detalhamento, que haja transparência para toda a população acerca dos protocolos estudados para o retorno seguro dos alunos, que já passaram mais de um ano e meio longe do modelo tradicional de ensino. O retorno seguro não diz respeito apenas aos alunos e aos pais, mas, sim, para toda a cidade, pois move uma série de segmentos e envolve toda a segurança sanitária do município”, disse o jovem parlamentar.

Quantitativo simultâneo de alunos em sala de aula, rotatividade entre as aulas presenciais e remotas e adesão dos pais à liberação dos filhos para o retorno em formato híbrido são alguns dos pontos que devem ser esclarecidos, de acordo com a proposta aprovada.

“Não sabemos se todos os pais estão de acordo com o retorno neste momento, se têm conhecimento das medidas adotadas pela gestão municipal. Se há pais que não estão de acordo, qual o motivo? Para além de uma questão de educação, que, por si só, já bastaria para o envolvimento do Poder Legislativo e necessitaria de transparência à comunidade, é uma questão de saúde pública. Parlamentares jovens e os vereadores titulares devem receber a secretária de educação ou representante para apresentação desses esclarecimentos”, assegura Osvaldo Filho.

Além das medidas de prevenção à disseminação do novo coronavírus, Osvaldo Filho defendeu também que a Secretaria de Educação explique o procedimento de retomada para as escolas da zona rural que estão em processo de reforma predial, tendo em vista que não ocorram mais perdas para esses alunos e atrasos em comparação aos estudantes da zona urbana.

O presidente do Poder Legislativo, Aécio Cavalcante (MDB), ratificou a importância da matéria aprovada pelo Parlamento Jovem e, como de praxe, garantiu que apresentará o tema para apreciação do plenário da Casa, de antemão, apoiando a realização da audiência.

“Mais que um retorno, é necessário um retorno seguro, aos alunos, que muitos ainda não fazem parte do público imunizado contra a COVID-19, aos professores, a todo o corpo de apoio e também para toda a cidade. Mais que buscar reparar o déficit educacional trazido pela pandemia, é necessário haver zelo pela saúde pública de toda Itatuba,” disse Aécio.

Por Sinaldo Luna

Comente usando o Facebook