Após muros pichados ditando regras de trânsito em Cabedelo, Polícia Civil vai investigar se casos têm relação com tráfico

As mensagens nos muros proíbem empinar motos, andar em velocidade alta, andar com canos barulhentos e som alto após às 22 horas.

O delegado Everaldo Medeiros, titular da delegacia seccional de Cabedelo, afirmou nesta sexta-feira (7) ao ClickPB que vai investigar os dois casos recentes de muros pichados na cidade ditando regras de trânsito e que foram divulgados pelo portal.

Um está localizado no bairro do Jacaré e é assinado pela “Tropa do Marujo” e outro está no bairro do Renascer, e é assinado por “RNC / KBDL TD2”. Em ambos, há proibições de empinar motos, andar em velocidade alta, andar com canos barulhentos e som alto após às 22 horas.

No segundo caso, no entanto, também há regras para condutores de veículos desligarem os faróis e se identificarem: motociclistas precisam retirar os capacetes enquanto que motoristas devem abaixar os vidros.

“No ano passado, tivemos a maior redução percentual de homicídios no estado da Paraíba. Foi uma redução de 50%. Também tivemos uma operação policial em Cabedelo e João Pessoa no dia 7 de dezembro com mais de 100 policiais envolvidos. Estou tendo conhecimento dessas pichações agora e com essa informação vamos procurar saber para tentar ver que relação isso tem com o tráfico de drogas”, disse Everaldo.

ClickPB

Comente usando o Facebook