Publicidade

Tem início nesta segunda-feira e prosseguirá até a quinta-feira, no hall principal da Faculdade Unesc, no Alto Branco, em Campina Grande, a Exposição “Mão Banca – a Verdade sobre o Carrasco”.  O evento que é aberto ao público terá 900 fotografias da época de 1980, 80 painéis com uma vasta informação e 35 documentos inéditos, além de uma grande quantidade de peças de uso pessoal dos “Mãos Brancas” e equipamentos usados no IML (Instituto de Medicina Legal) para os exames de necropsias nos cadáveres vítimas dos fuzilamentos na Paraíba.

O encerramento será na quinta-feira, às 19 horas, quando será proferida uma palestra sobre a “Violência Urbana e Crime Organizado na Paraíba, cujo palestrante será o jornalista e escritor Ronaldo Leite.

Em seguida haverá um debate amplo, com a participação do ex-delegado e vereador Olímpio Oliveira como debatedor, e o professor Pedro Leite, da Unesc, como coordenador.

No primeiro semestre do ano de 1980, vários crimes ocorrem em seqüência na cidade de Campina Grande. Marginais de periculosidade eram os escolhidos pela organização chamada “Mão Branca”. O caso teve enorme repercussão e agora em exposição organizada pelo jornalista e escritor Ronaldo Leite.

Assessoria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente usando o Facebook

Publicidade