sexta-feira, março 1, 2024
spot_img
HomePolicialPolícia desarticula organização criminosa que roubava cargas e mantinha caminhoneiros reféns

Polícia desarticula organização criminosa que roubava cargas e mantinha caminhoneiros reféns

A Polícia Civil da Paraíba apreendeu ontem (6) dois veículos roubados (usados em roubos) e parte da carga roubada no último dia 25 deste mês. Um desses veículos foi usado em vários assaltos a estabelecimentos comerciais em João Pessoa. As apreensões foram feitas durante a Operação Piratas do Asfalto, deflagrada por meio do trabalho investigativo desenvolvido pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), que teve como foco desarticular uma Organização Criminosa especializada no roubo de cargas na BR 230, entre os municípios de Santa Rita/PB e Cruz do Espírito Santo/PB.

Um dos alvos havia sido preso em flagrante pela Polícia Militar, recentemente, com carga roubada. Foi posto em liberdade na audiência de custódia e, três dias depois, já estava praticando novos roubos no mesmo trecho.
Os investigados utilizavam veículos roubados/clonados, armas de fogo de diversos calibres e “Jummers” (bloqueadores de sinais). Em várias ocorrências, os caminhões foram atingidos por disparos de arma de fogo.

Após a abordagem, o grupo levava o caminhão para uma região de mata fechada onde era feito o transbordo da carga para outros veículos que davam apoio à ação. O motorista ficava amarrado e amordaçado, sob a ameaça de arma de fogo.

A investigação apontou ainda que os alvos locavam residências na cidade de Santa Rita/PB para que servissem como QG do grupo, onde eram ocultadas as cargas roubadas, armas, munições e veículos roubados.
Um dos alvos foi preso há dois dias por ser um dos indivíduos que atearam fogo e mataram um motorista de ônibus, fato ocorrido no Padre Zé, nesta capital.

Durante a investigação a Polícia Civil contou com o apoio em informações da Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar da Paraíba (7° BPM).

Os alvos serão indiciados pelos crimes de roubo qualificado pelo concurso de pessoas e restrição da liberdade, e majorado pelo uso de arma de fogo, além de adulteração de sinais de veículo automotor, receptação e Organização Criminosa majorada pelo emprego de arma de fogo.

 

ParlamentoPB

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular