PRF na Paraíba encerra primeiro semestre de 2020 causando prejuízos estimados em mais de R$ 5 milhões ao crime organizado

Apenas nos seis primeiros meses deste ano, 767 pessoas foram detidas pelos mais diversos tipos de crimes.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba encerrou o primeiro semestre de 2020 com resultados significativos no enfrentamento à criminalidade nas rodovias federais do estado. As ações de combate ao crime estão sendo intensificadas em todo estado, com destaque para o enfrentamento ao tráfico de drogas, roubo e furto de veículos e recaptura de foragidos da justiça.

Apenas nos seis primeiros meses deste ano, 767 pessoas foram detidas pelos mais diversos tipos de crimes, o que representou um aumento de 67% em comparação ao mesmo período do ano anterior, quando 460 pessoas foram detidas.

Também no primeiro semestre a PRF na Paraíba apreendeu 157,4 kg de maconha, 31,4 kg de cocaína e 20,4 kg de crack, totalizando 209.2 kg de drogas. Em relação ao mesmo período do ano de 2019, houve um aumento relevante de 326% na apreensão de drogas, gerando um prejuízo estimado de R$ 1,5 milhão.

As apreensões de cigarro também geraram grandes prejuízos ao crime organizado. Foram apreendidos no primeiro semestre 878.040 maços de cigarros, gerando um prejuízo avaliado em R$ 4,3 milhões.

A PRF também recuperou 227 veículos roubados ou furtados que estavam circulando nas rodovias federais paraibanas, sendo que 158 deles estavam clonados, o que representou um aumento de 167% quando comparados com o ano anterior. Também foram aprendidas 21 armas de fogo, sendo dois fuzis, cinco pistolas e 14 revólveres. Em 2019 foram apreendidas 20 armas de fogo no primeiro semestre do ano.

Mesmo com a redução no fluxo de veículos nas rodovias federais, em virtude do isolamento ocasionado pela pandemia do COVID-19, a PRF na Paraíba reforçou o policiamento em trechos estratégicos, com foco no trabalho orientado por inteligência, o que resultou em números expressivos no combate à criminalidade. Os resultados positivos impactaram diretamente em prejuízos ao crime organizado em todo o estado.

ClickPB

Comente usando o Facebook