Publicidade

A Câmara dos Deputados votou hoje a reformulação de ministérios do Governo Bolsonaro. Por 228 a 210 votos,  o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) deixou de integrar o Ministério da Justiça para fazer parte da pasta da Economia.

Entre os deputados paraibanos, os parlamentares federais Efraim Filho (DEM), Julian Lemos (PSL), Pedro Cunha Lima (PSDB) e Ruy Carneiro (PSDB) votaram pela manutenção do Conselho sob os cuidados do ministro Sérgio Moro.

Já os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP), Damião Feliciano (PDT), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB) e Hugo Motta (PRB) preferem que o ministro Paulo Guedes, da Economia, cuide do Coaf.

Apenas quatro deputados estiveram ausentes da votação, entre eles, três são paraibanos, Edna Henrique (PSDB), Wellington roberto (PR) e Wilson Santiago (PTB) não estavam em plenário para votar sobre os ministérios que devem ser mantidos e as atribuições dadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os deputados aprovaram a Medida Provisória 870, que segue agora para o Senado, onde deverá ser votado semana que vem. A MP tem prazo de validade até dia 3 de junho e ainda precisa passar pelo Senado para não perder a validade

Polêmica Paraíba

Comente usando o Facebook

Publicidade