Governo já admite remuneração por produtividade aos agentes fiscais.

Amanhã uma nova rodada de negociação acontece na Assembléia.
O presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PSDB), entrou no circuito para tentar por fim ao impasse que tranca a pauta da Casa Epitácio Pessoa há semanas. Três Medidas Provisórias enviados pelo Governo do Estado geram um debate intenso entre oposição e situação e pauta já foi obstruída três vezes impedindo a votação. Nesta terça-feira, 27, o presidente Ricardo Marcelo reuniu no seu gabinete representante do Fisco, os líderes de bancada e as secretárias Livânia Farias e Aracilba Rocha.

Após o encontro, o presidente do Sindifisco, Victor Hugo, revelou ao Portal WSCOM que a postura do governo já mudou e as secretárias já admitiram um diálogo, coisa que não acontecia até o momento. “Ainda existem pontos de confronto, principalmente com relação ao subsídio e aos cargos comissionados, mas já houve avanço”.

O líder do governo na Assembleia, Hervázio Bezerra (PSDB)

O líder do governo na Assembléia, Hervázio Bezerra (PSDB), disse que os avanços foram importantes e que os dois lados já cederam em algum ponto e o Fisco se propôs a sentar com o governo e analisar uma a uma das Medidas Provisórias.

“Há uma distensão tanto por parte do governo, como por parte do Fisco para sentarem e verem mecanismos de auferir algum tipo de incremento na remuneração dos agentes fiscais levando em consideração a produtividade de cada um”, informou.

Amanhã uma nova rodada de negociação acontece na Assembleia para consolidar os avanços de hoje para que haja enfim a possibilidade de um acordo.

Marcos Wéric
WSCOM Online

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress