EM CAMPINA GRANDE-PB: Três transplantes de rim em um único dia.

Pela primeira vez na história, a Paraíba realiza três transplantes de rim em um único dia. As cirurgias foram realizadas nesta quinta-feira (26), em Campina Grande, no Hospital Antônio Targino, que é credenciado pela Central de Transplante da Paraíba para realizar esse tipo de procedimento. Só neste mês de janeiro, já foram realizados cinco transplantes renais no Estado.A diretora da Central de Transplante da Paraíba, Gyanna Lys Montenegro, informou que no dia 25 de janeiro ocorreram duas doações de múltiplos órgãos de pacientes que estavam internados no Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, onde ocorreram as captações. Foram captados dois fígados, dois rins, um coração para válvulas cardíacas e quatro córneas.

As pessoas que receberam os rins nesta quinta-feira são pacientes que faziam hemodiálise e agora estão tendo uma nova chance de vida. “Isso é um gesto de amor ao próximo e mostra que, com a união, determinação e boa vontade de todos, podemos devolver a vida a outras pessoas”, disse Gyanna.

“Três transplantes renais no mesmo dia é um fato que ainda não havia sido realizado no nosso Estado, e isso é motivo de comemoração e de esperança para tantos outros pacientes que estão na lista, aguardando um órgão”, comemorou a diretora da Central de Transplante.

Ela explicou que os dois fígados captados nas duas doações de múltiplos órgãos foram disponibilizados para o Sistema Nacional de Transplante e encaminhados para Pernambuco e Ceará, por não ter receptor compatível para as doações na lista da Paraíba. Já o coração para válvulas cardíacas foi enviado para Curitiba, e as quatro córneas, para o Banco de Olhos da Paraíba.

Gyanna destacou o interesse dos intensivistas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) de identificar e manter o potencial doador, ressaltando, também, o empenho dos profissionais que fazem a Central de Transplante de Paraíba, o compromisso e dedicação das equipes de captação e de transplantadores do Estado, além do apoio e comprometimento da Secretaria de Saúde do Estado (SES) no sentido de viabilizar a Política de Transplante paraibana.

Ela destacou, sobretudo, o desprendimento dos familiares com o gesto da doação, pensando unicamente em salvar vidas. “É muito gratificante para todos nós que fazemos a Central de Transplante da Paraíba vivenciar um cenário como este, com a realização de três transplantes em um único dia, pois mostra todo um trabalho compartilhado e compromissado com a causa”, finalizou Gyanna.

Secom PB

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress