Obesidade pode proteger idosos acima dos 85 anos de idade.

Ficamos mais sábios quando envelhecemos, mas essa não seria a única vantagem de assumir a bengala de vez: uma pesquisa realizada pela Universidade de Tel Aviv, em Israel, mostra que gordura em excesso – tão enfaticamente condenada quando somos jovens – poderia ter um efeito protetor em idosos acima dos 85 anos de idade. Ou seja, é justamente na velhice que uma pessoa pode se orgulhar de exibir um corpinho mais rechonchudo.

Um artigo sobre o trabalho foi publicado no periódico científico especializado Journal of Aging Research.

A obesidade pode diminuir o tempo de vida de uma pessoa em até sete anos, porque aumenta o risco para diversas doenças, como diabetes, hipertensão e câncer. Idosos gordos que ‘passaram por cima dessas ameaças,’ no entanto, têm uma tendência menor à osteoporose – o que indiretamente reduz a incidência de quedas e lesões -, possuem energia para gastar em momentos de trauma, estresse ou diminuição de apetite.

Contudo, alertam os médicos, vida mais longa não necessariamente significa qualidade de vida. Também é preciso colocar na balança a questão da mobilidade e da dor.
O Estadão

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress