Publicidade

Foi condenado a 10 meses de prisão em regime aberto. VEJA VÍDEO.

Foi levado a julgamento na manhã desta quinta-feira (21), durante a terceira sessão do da terceira reunião do Egrégio Tribunal do Júri da Comarca de Ingá, o réu José Marcos Gonçalves, residente a rua Manoel Correia de Farias, Emboca, Ingá, que em janeiro de 2013, efetuou três disparos de arma de fogo, revólver 38, contra sua companheira, Ivoneide Silva dos Santos e seu filho Leandro, tendo os tiros pegos de raspão nas vítimas, em razão de uma discussão de separação.

júri josé marcos 3

Atuou na banca da acusação a Dra. Promotora de Justiça, Claudia Cabral Cavalcante, tendo a defesa ficado a cargo do Defensor Público, Wilamar Carlos de Paiva Leite, auxiliado pelo estudante de direito, estagiário, Waltermário Gois da Luz Júnior.

Diante do que apurado nos autos e depoimentos em plenário, tanto o Ministério Público quanto a defesa opinaram pela desqualificação do crime para lesão corporal.

juri josé marcos 2

O Conselho de Sentença, por maioria dos votos não reconheceu que o réu cometeu crime doloso contra a vida, acatando a desclassificação para lesão corporal.

A juíza aplicou-lhe a pena de 10 meses de detenção, porém em regime aberto em razão dos atenuantes aplicados ao caso.

VÍDEO MOSTRA LEITURA DA SENTENÇA

Da redação IC

Comente usando o Facebook

Publicidade