quarta-feira, fevereiro 21, 2024
spot_img

COLUNA DE ROCHA

Foi pra mim uma grata e honrosa surpresa, o convite para escrever no site Ingá Cidadão.

Os editores responsáveis pelo site abriram espaço para que eu fale aqui, sobre o tema que quiser e sempre que quiser. Como o assunto do momento em Ingá é exatamente o lançamento deste novo veículo de comunicação, com excelente aceitação de público e crítica, vou falar sobre minhas impressões e expectativas em relação a ele. Minha expectativa inicial, antes de vê-lo no ar, era de que seria apenas mais um, mas não é. Embora já existam outros, todos seguem uma linha editorial muito distintas e não devem competir entre si. O meu Ingá Já tem o propósito de mostrar Ingá para fora de Ingá, divulgar as potencialidades do município e o seu tesouro maior, que são as Itacoatiras. O Blog do Vavá da Luz segue uma linha mais pessoal, mostrando Ingá através do seu ponto de vista particular e abrindo espaço para que, através de suas notícias e comentários, a população reflita, enquanto que o Site Ingá Cidadão, a meu ver, terá uma atuação mais prática, de resultados, através da ACIN, entidade que o manterá e gerará muitas boas notícias para a população local.

Como vivemos atualmente na era da informação, é imprescindível que a população disponha de informações de boa qualidade, com credibilidade e sem tendencialismos, para que cada cidadão possa pensar e concluir o que é melhor para ele e para a comunidade em que vive. Costumo dizer que, se toda informação que recebemos fosse boa, útil e verdadeira, não teríamos entre os olhos e os ouvidos, um cérebro para filtrá-las, antes de absorvê-las ou retransmiti-las.

Não há nada de errado na discordância, no choque de opiniões entre as pessoas. Uma ação que uma parte da população aprova, a outra parte rejeita e assim segue a humanidade. Mas, o mais importante é que as questões sejam levantadas, para que se discuta em torno delas. O povo não pode ser tratado como uma manada de bois que segue o som de um berrante, quando é levado para o matadouro sem lhe ser dado o direito de questionar nada. Nossa capacidade de raciocinar usando a máquina mais poderosa e complexa que Deus nos concedeu (o cérebro) tem de ser incentivada sempre. E é pra isto, sobretudo pra isto que este site e a ACIN (Associação da Cidadania Ingaense) deverão servir.

Não há intenção explícita nem implícita de se promover a política partidária, apenas a política social e econômica; a social, levando boa informação e orientação para os cidadãos e a econômica, na preparação de pessoas para o mercado de trabalho e, futuramente, proporcionando aos empreendedores locais, a participação em palestras e cursos que os ajudarão a melhorar os negócios e o atendimento ao público consumidor. Ações que façam com que, no final das contas, todos saiam ganhando sem que ninguém perca nada…

Comente usando o Facebook

DESTAQUES
spot_img
spot_img

Popular