Após adesão de oito partidos, Nonato fala pela 1ª vez como pré-candidato: “Se tenho apoio, idéias e vontade, se for o caso, coloco meu nome”.

“Se tenho apoio, ideias e vontade de dar continuidade ao projeto vitorioso iniciado por Ricardo Coutinho (PSB), e continuado por Luciano Agra (PSB) que tanto tem melhorado a cidade, apesar dos problemas que temos que melhorar, se for o caso, coloco meu nome”. Foi assim que o Secretário de Comunicação Nonato Bandeira afirmou pela primeira vez que poderá disputar a prefeitura da Capital.

O anúncio aconteceu após a reunião da Frente Democrática Partidária e a adesão de oito partidos ao nome de Bandeira.

O Secretário ressaltou que a política só se faz com ajuda e apoio de legendas e portanto, a partir desse primeiro encontro, foi confirmado o nascimento de uma nova ideia.

“A nossa candidatura não está vinculado a um projeto individual e sim a continuidade do projeto atual do prefeito Luciano Agra. Nós não estamos impondo nada, estamos apenas respeitando a vontade das forças políticas”, falou.

Nonato destacou ainda que o encontro não oficializou a candidatura e sim a concatenação de ideias e objetivos em comum, em torno de um único projeto.

“O que estamos fazendo aqui é germinando uma proposta, formatando uma idéia. As idéias muitas vezes tem mais força que qualquer ato, muitas vezes se elimina os autores das idéias, mas elas perduram no tempo porque têm filosofia própria. Hoje estamos aqui defendendo uma frente democrática partidária para apontar caminhos para nossa cidade”, falou.

O Secretário também descartou um racha com o PSB de Ricardo Coutinho e descartou a possibilidade de bater chapa com a candidata do PSB Estelizabel Bezerra.

“Não se faz política partidária sem os partidos. Não existe candidatura avulsa. Não existe bipartidarismo como o que foi imposto em tempos de ditadura onde somente existe direita e esquerda. Este processo desencadeado aqui é somente desses partidos, mas está aberto a todas as legendas que fazem política e estão registrados na Justiça Eleitoral, aqui não tem veto, a postura aqui vai de encontro com a democracia”, ressaltou.

Com informações de Henrique Lima
PB Agora

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress