Com 17 votos, deputados derrubam MP que previa fusão de pastas e criava Secretaria da Fazenda.

Os deputados de oposição com a ajuda de alguns parlamentares da base do Governo na Assembléia Legislativa (AL) derrubam Medida Provisória de Nº 183 que previa a fusão das secretarias da Receita e Finanças e as transformava em Secretaria da Fazenda. O deputado João Gonçalves (PSDB) se absteve de votar.Confira como foi a votação:
Não:
Adriano Galdino (PSB), Wilson Braga (PSD), Francisco Quintans (Democratas), Branco Mendes (Democratas), Antônio Mineral (PSDB), Caio Roberto (PR), Domiciano Cabral (Democratas), Eva Gouveia (PTN), Genival Matias (PTdoB), Gilma Germano (PPS), João Henrique (Democratas), José Aldemir (Democratas), Léa Toscano (PSB), Trocolli Júnior (PSD), Hervázio Bezerra (PSDB), Mikika Leitão (PSL).

Sim:
Toinho do Sopão (PTN), Frei Anastácio (PT), André Gadelha (PMDB), Anísio Maia (PT), Luciano Cartaxo (PT), Aníbal Marcolino (PSL), Arnaldo Monteiro (PSC), Daniella Ribeiro (PP), Doda de Tião (PPL), Francisca Motta (PMDB), Gervásio Filho (PMDB), Guilherme Almeida (PSC), Janduhy Carneiro (PPS), Márcio Roberto (PMDB), Olenka Maranhão (PMDB), Raniery Paulino (PMDB), Vituriano de Abreu (PSC).

Deputado Hervásio Bezerra:

O líder do governo na Assembléia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSDB), não estranhou a ausência do presidente da Casa, Ricardo Marcelo (PSDB), na votação das Medidas Provisórias desta quarta-feira (14). Segundo o tucano, o colega deve ter tido motivos justificáveis para não comparecer.

“Se Ricardo Marcelo não veio ele deve ter motivos justificáveis”, afirmou o líder do governo na Casa.

Hervázio também disse que não adianta querer vencer as votações no grito. “Aqui não se ganha no grito nem na ordem e sim no voto”, disparou.

Deputado Edmilson Soares:

O vice-presidente da Assembléia Legislativa da Paraíba, Edmilson Soares (PSB), avisou aos deputados: “a partir de agora todas as votações nesta Casa serão abertas”. O socialista disse isso porque a votação da Medida Provisória que previa a criação da Secretaria Estadual da Fazenda foi aberta e os parlamentares tiveram que revelar a favor de quem estavam votando.

“Essa votação aberta foi ótima. A partir de agora todas as votações dessa Casa serão abertas e todos terão que mostrar a cara, quanto mais transparência melhor. Agora você ser dos salões palacianos, viver no Palácio e aqui votar contra, isso é muito bonito, para alguns”, ironizou Edmilson.

A MP 183, do governo, que previa a criação da nova secretaria, foi derrubada por 17 votos contra 16 porque dois deputados de situação não votaram. João Gonçalves (PSDB) se absteve e o presidente Ricardo Marcelo (PSDB) não compareceu a votação impedindo que Edmilson votasse.

Deputado Adriano Galdino:

O deputado Adriano Galdino (PSB) disse nesta quarta-feira (14) que vota a favor da Medida Provisória 185, que estabelece data-base e reajuste de servidores estaduais, revogando dispositivo do subsídio do Fisco. O socialista explicou que acha injusto os servidores do Fisco ganharem mais.

“Acho injusto o Fisco ganhar mais”, afirmou Galdino acrescentando que está confiante na vitória do governo porque o governador Ricardo Coutinho (PSB) já começou a atender os pleitos dos deputados.

Segundo Adriano Galdino, a oposição é contra as MPs porque sempre está se posicionando contra tudo que venha do governo. “A oposição trabalha apenas com política, porque tudo que chega do governo eles querem reprovar ou ficam criticando.
PolíticaPB

Comente usando o Facebook

plugins premium WordPress